• Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br

Após ser invadida cinco vezes em oito dias, escola municipal pede reforço na segurança em Poços de Caldas, MG

Julia Toledo25 de agosto de 20183min0
escola-1
Além de ter objetos roubados, prédio também foi vandalizado nas últimas duas semanas.

Após ser invadida cinco vezes em apenas oito dias, a Escola Municipal Professora Edir Frayha, de Poços de Caldas (MG), pediu reforço na segurança à Guarda Municipal. O local, além de ter objetos roubados, também foi vandalizado nas últimas duas semanas.

A primeira invasão aconteceu no dia 12 de agosto. Várias portas foram arrombadas, mas nada foi levado. Como medida de segurança, equipamentos como TV, impressora e um aparelho de som foram trancados em uma sala.

No dia seguinte, outras duas invasões. Primeira, durante a madrugada, foram levados dois botijões de gás. Depois uma porta foi arrombada, as janelas da sala de informática quebradas e diversos equipamentos levados.

Já no dia 18, aconteceu a quarta invasão. Desta vez, o alvo foi a sala onde ficam guardados os equipamentos da Banda Municipal Vitor Cardinalli. Apesar de nada ter sido levado, o local foi revirado e um troféu de cristal foi quebrado.

“Acho que uma porta, um monitor, a gente repõe, mas esse troféu a gente não vai conseguir repor. E é um bem de todo mundo, alguém trabalhou para conquistar aquilo”, diz Pâmela Rossi, que é mãe de uma aluna.

No dia 19, a quinta invasão. Portas e janelas foram destruídas. “Nós temos câmeras, mas infelizmente as câmeras não conseguiram flagrar nada”, diz a vice-diretora da escola, Patrícia Aparecida de Oliveira.

A Guarda Municipal reconhece a vulnerabilidade em prédios públicos da cidade. Segundo o comandante Marcelo Gavião Bastos, faltam profissionais para fazer a segurança.

“Cada vez que acontece um fato desse, nos vem a mente um mesmo cenário, ou seja, o baixo efetivo da Guarda Municipal, a falta de segurança física e de alguns prédios onde estão alocados esses educandários e também a falta de um monitoramento ou alarme monitorado aqui na sede da guarda municipal. Essas são questões que nós temos que resolver o mais urgente possível”, diz.

Mas para tentar evitar novas invasões, a guarda vai intensificar as rondas. “Nós determinados já a permanência de uma viatura no local a noite toda, tendo em vista nosso baixo efetivo. Então até que as coisas se acalmem, nós vamos deixar essa viatura no local”

A vice-diretora da escola disse ainda que a direção e os pais estão fazendo uma campanha para trocar os alarmes do prédio.

 

Fonte: G1.com.br

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *