• Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br

Pesquisa feita em Alfenas aponta sensação de insegurança em moradores

Julia Toledo28 de setembro de 20183min0
alfenas
Levantamento ouviu 260 pessoas e, delas, 167 não se sentem seguras.

Uma pesquisa feita em Alfenas (MG) mostrou que muitos moradores não se sentem seguros na cidade. O levantamento feito pelo Instituto de Cidadania e Direitos Humanos (Icdh) e a Unopar ouviu 260 pessoas. Delas, 167 não se sentem seguras.

Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, de janeiro a agosto de 2018, 668 pessoas foram vítimas de furtos ou roubos na cidade. Mas o número pode ser ainda maior, já que muitas pessoas não registram boletim de ocorrência.

Entre as pessoas que sofreram algum tipo de violência, segundo o estudo, 139 registraram o caso na polícia. No entanto, 121 não fizeram nenhuma queixa.

“Todas as vezes que eles vão divulgar um índice de criminalidade, estes números estão de fora. Por isso, existe uma falsa sensação de segurança. Quando na realidade, muitas pessoas não estão fazendo boletim de ocorrência”, defende o presidente do Icdh, Vander Cherri Marcolino.

“Muitos deles não acreditam que há solução para criminalidade em Alfenas. Tanto que a maior não registra”, explica a assistente social Leonora Guarda Rezende.

Os números da Polícia Militar, registrados pelas vítimas, apontam uma redução na criminalidade com o mesmo período do ano passado. Em 2017, segundo a polícia, foram 302 crimes violentos, como sequestros, assassinatos, roubos e estupros. Este ano, foram 173 – uma redução de 176%.

“A gente percebe uma redução da criminalidade pela estatística. A gente tem feito também um trabalho de polícia comunitária, que envolve redes de proteção. Essa rede, a gente trata direto com a comunidade qual é o problema que está afetando”, explica o capitão da PM Rodrigo Ferreira Oliveira.

Segundo o capitão, o fato de pessoas não registrarem boletim de ocorrência pode prejudicar o trabalho da polícia. “Prejudica na medida que a gente faz a estatística criminal pra gente balizar nosso policiamento. A medida que a pessoa não registra esse fato, a gente não toma conhecimento dele, isso vai prejudicar o policiamento”.

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *