• Grão de Ouro
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Premiação do 15° Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais

Gerson Dias3 de dezembro de 20186min1
Evento aconteceu nesta segunda-feira, 03/12, em Belo Horizonte.

A jornalista Valéria Vilela acompanhou extensionistas e produtores de Muzambinho e cidades vizinhas até Belo Horizonte para participarem de perto deste evento.

O presidente da Emater, Glênio Martins, destacou o atual momento vivido pela agricultura mineira, com destaque para a cafeicultura. “De fato, poucas vezes na história do Brasil um Estado mergulhou tanto no desafio de superar entraves históricos da agricultura do ponto de vista da comercialização, da certificação, da assistência técnica, de buscar mercados externos. E o que a gente vê aqui hoje é um café de qualidade e cafeicultores exportando café para muitos países. É um orgulho muito grande ver a cafeicultura mineira se consolidando com tanta qualidade ”, afirmou, lembrando que, nesta semana, a instituição que preside completa 70 anos.

O 15º Concurso Estadual de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais é promovido pelo governo estadual, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e da Emater-MG, em parceria com a Universidade Federal de Lavras (Ufla), Instituto Federal de Educação, Ciência e tecnologia do Sul de Minas e a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Faepe).

Os cafés inscritos passaram por uma bateria de análises físicas e sensoriais realizadas por uma equipe de especialistas, no Centro de Excelência do Café, em Machado, no Sul de Minas. Mais de 60% das amostras recebidas evidenciaram um padrão mínimo de qualidade. Destas, segundo o gerente Willem, mais de 200 obtiveram a classificação de cafés especiais.

“Os cafés finalistas são produzidos com todo cuidado no campo. São colhidos com o grau de maturação correto, e os detalhes na hora da secagem e do armazenamento também são fundamentais. Este ano, observamos o surgimento de microrregiões produtoras de café de qualidade no Sul de Minas, e a consolidação do alto padrão dos cafés da região das Matas de Minas”, destacou Willem de Araújo.

A competição é dividida em duas categorias: Café Natural e Café Cereja Descascado, Despolpado ou Desmucilado. Nesse ano, os campeões estaduais são Josias Gomes, do município de Espera Feliz, pelo Café Natural, e Wallace Ferreira Pedrosa, do município de São Francisco do Glória, que concorreu pelo Cereja Descascado/Desmucilado ou Despolpado.

Emocionado com a conquista, Josias Gomes confessou que nunca imaginou um dia ser premiado pelo melhor café do Estado. “Tenho 65 anos e desde os sete anos de idade estou pelejando com café. Sempre bati na trave, mas hoje eu consegui. A Emater toda vida me deu muita força. Já tem uns 15 anos que tenho o apoio deles, e isso foi importante para eu melhorar a minha produção. Me sinto honrado”, disse.

Para o agricultor familiar Antônio César Junior, que representou os produtores presentes no evento, os avanços no setor se deram graças ao apoio e investimento do Governo de Minas Gerais, por meio da Emater. “Agradeço a Emater, que tem nos auxiliado muito no Certifica Minas. Essas certificações nos ajudam a transformar nosso café em um café que todo mundo quer tomar”, afirmou o produtor de Espera Feliz, que ficou em terceiro lugar na categoria “Cereja Descascado, Despolpado ou Desmucilado”.

A cafeicultora Regina Rocha Miranda Silva, do município de São Pedro da União, única representante feminina da competição a chegar na final, foi considerada destaque, sendo homenageada com uma medalha pela participação. Ela conquistou o terceiro lugar da categoria Cereja Descascado, Despolpado ou Desmucilado.

Campeões estaduais de 2018
Café Natural: Josias Gomes – Espera feliz (Matas de Minas)
Café Cereja Descascado, Despolpado ou Desmucilado: Wallace Ferreira Pedrosa – São Francisco do Glória (Matas de Minas)
Categoria Natural (por região)

Cerrado Mineiro
1º José Carlos Grossi Segundo – Patrocínio
2º Afonso Maria Vinhal – Serra do Salitre
3º Guimarães Agropecuária Ltda. – Serra do Salitre –

Chapada de Minas
1º Fazenda Sequóia Minas Ltda. EPP – Angelândia

Matas de Minas
1º Wallace Ferreira Pedrosa – São Francisco do Glória
2º Horácio Antônio de Moura – Simonésia
3º Antônio César Júnior – Espera Feliz

Sul de Minas
1º Marcelo Carvalho Ferraz – Dom Viçoso
2º Flávio Roberto Carvalho Ferraz – Dom Viçoso
3º Regina Rocha Miranda Silva – São Pedro da União

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Um comentário

  • Clóvis de Piza

    4 de dezembro de 2018 at 10:01

    Muito bom ver nossos melhores cafés tendo sua qualidade reconhecida.
    Orgulho fazer parte dessa história nesses 15 anos.
    Grato a cada produtor que acredita na proposta de trabalho do concurso.
    Grato também a equipe Muzambinho.com pelo apoio ao agronegócio e à extensão rural.

    Reply

Deixar um Comentário

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *