• Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Minas inicia diagnóstico de alunos da rede estadual para volta às aulas

Redação5 de outubro de 20205min0
aulas1235
A partir desta segunda-feira (5), as escolas que estão em cidades da onda verde, do programa estadual Minas Consciente, vão poder retomar as aulas presenciais.

Mas as escolas estaduais só voltam a partir do dia 19, depois de avaliação diagnóstica do aprendizado adquirido pelos alunos durante a pandemia. O diagnóstico deve ser realizado pelo aluno também a partir desta segunda, no site da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE-MG)

avaliação será aplicada aos estudantes do 2º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio e não vale nota. O objetivo é identificar as dificuldades e o conteúdo assimilado por cada um durante as aulas remotas oferecidas por programa de TV e por apostilas, distribuídas pelas escolas. Para estudantes que não têm internet, as escolas fornecerão a avaliação impressa. A partir dos resultados, cada estudante terá acesso a um Plano Individual de Estudos.

diferença de níveis de aprendizado entre os alunos é um dos principais problemas já apontados pelo levantamento “A Educação Não Pode Esperar”, feito pelo Tribunal de Contas do estado de Minas Gerais, em parceria com o Instituto Rui Barbosa.

Mesmo assim, o levantamento mostrou que 45% das instituições de ensino não vão revisar conteúdo ministrado durante a pandemia. A pedagoga, advogada e coordenadora da Escola de Contas do TCE, Naila Mourthé, acredita que isso pode distanciar ainda mais o aluno das salas de aula.

Apesar de a Secretaria de Estado de Educação ter criado um programa de busca ativa por estudantes como Stephane, 36% das escolas públicas mineiras revelaram no levantamento do TCE que não têm estratégias para evitar o abandono aos estudos.

Em nota, a Secretaria de Estado de Educação informou que a volta às aulas presenciais não será obrigatória. Os alunos que não se sentirem seguros poderão contar com o Programa de Ensino Tutorado, que já vinha sendo realizado desde o início da pandemia.

“O Regime de Estudo não Presencial foi pensado de forma a possibilitar a manutenção da relação com a escola, de maneira que os estudantes não perdessem o contato com a atividade escolar, evitando, assim, que venham a abandonar os estudos. A partir do acompanhamento escolar do aluno feito pelas equipes gestoras e pedagógicas, as escolas estão desenvolvendo ações direcionadas, como a de Busca Ativa dos estudantes que, por algum motivo, deixam de participar ativamente das atividades remotas”, completou a nota.

Fonte: Portal Onda Sul

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixar um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *