• Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Terremoto na Argentina é sentido no Brasil; imagens dos estragos

Redação19 de janeiro de 20216min0
19094914444049
Nessa segunda-feira (19), um terremoto de 6,4 graus atingiu a Argentina às 23h46 (horário de Brasília) e causou estragos nas áreas próximas do epicentro, na cidade Pocito, ao norte de Mendonza e ao sul de San Juan.

Os abalos, mensurados preliminarmente pelo Serviço Geológico dos Estados Unidos, foram sentidos também em Santiago (Chile) e em Santa Maria (Rio Grande do Sul, Brasil). Além disso, há relatos de moradores de São Paulo sobre os efeitos do fenômeno.

Não há registros de mortos, anunciou o Instituto Nacional de Prevenção Sísmica. Com profundidade de apenas 20 quilômetros, o evento é considerado raso e, por isso, com maior potencial de danos – ainda que problemas significativos não tenham sido contabilizados.

De todo modo, La Plata, Buenos Aires, Córdoba, San Juan, Rosario e Mendoza estão entre as regiões que sofreram as consequências.

Sergio Uñac, governador de San Juan, pediu calma à população em seu Twitter. “Vamos colocar em prática todas as medidas que aprendemos para prevenir incidentes. Nosso compromisso é saber a extensão dos impactos do terremoto em questão e colaborar com tudo o que for necessário”, declarou a autoridade

A província se juntou às forças civis e de segurança para dar as devidas respostas, assim como aos responsáveis pelos municípios, complementou Sergio.

Consequências

Uma série de tremores secundários ocorreu por todo o país. Um de magnitude 5.0 atingiu uma região a cerca de mil quilômetros a leste do primeiro quase 20 minutos depois. Então, um de magnitude 4.9 ocorreu na mesma área do primeiro, seguido por um tremor posterior de magnitude 5,3.

Alguns locais, segundo Uñac, ficaram sem energia elétrica, e casas e estradas foram danificadas pelos abalos. Quatro pessoas tiveram de ser evacuadas de suas casas na cidade de Zonda. Outras três, duas crianças e um adulto, ficaram feridas.

Fonte: TecMundo

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *