Crianças asmáticas correm mais riscos com a covid-19

Redação1 de dezembro de 20212min0
crianca-usa-bombinha-contra-asma_1_65348
Estudo mostra proporção de internações após infecção por coronavírus entre pessoas de 5 a 17 anos e que previamente haviam sido diagnosticadas como asmáticas

As crianças com asma são hospitalizadas com mais frequência do que as demais quando contraem covid-19, de acordo com um estudo realizado na Escócia, mas os casos são pouco frequentes e as mortes extremamente raras.

“As crianças asmáticas correm mais riscos de hospitalização por causa da covid-19 que aquelas que não têm asma”, afirma o estudo desenvolvido a aprtir dos dados obtidos pela saúde pública na Escócia publicados na Lancet Respiratory Medicine.

Os autores estudaram a proporção de internações após uma infecção por coronavírus entre pessoas de 5 a 17 anos e que previamente haviam sido diagnosticadas como asmáticas.

Ao comparar os números de internações hospitalares com as de não asmáticos foi constatado que as crianças com dificuldades respiratórias foram hospitalizadas com mais frequência.

A diferença é ainda maior quando se considera os casos mais graves, das crianças com asma que precisaram ser hospitalizadas ou que receberam tratamento médico.

Por este motivo, as crianças asmáticas deveriam ser prioritárias nas campanhas de vacinação contra a covid-19, segundo os autores.

De todas as formas, a hospitalização de crianças por causa da covid é algo raro: apenas 1,5% precisou de internação em um centro médico.

As mortes são tão raras que não é possível obter nenhuma conclusão estatística a respeito.

Fonte: EM

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *