• Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br

Veja como vai ficar o clima em MG durante as férias de julho

Redação14 de julho de 20224min0
PrevisaoTempo
Nas próximas semanas deste mês, clima mantém as características do inverno: sem chuva e com variação de temperatura ao longo do dia

Com a chegada das férias do mês de julho, mineiros aproveitam para viajar e fazer atividades de lazer, como caminhar, passear de bicicleta, ir ao cinema, vistar museus ou ficar em casa descansando. Muitas vezes, escolher quais programas fazer está relacionado ao clima.

De acordo com Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), à principio, as próximas semanas do mês em Minas serão sem chuva e terão predomínio de céu claro, característica comum no inverno. Além disso, o estado apresentará variação de temperatura, ou seja, climas mais frio pela manhã, e temperaturas mais elevadas durante a tarde.

Já o índice da umidade do ar será inferior a 30% em grande parte do estado, exceto nas regiões Leste, Vale do Jequitinhonha e Mucuripe, Vale do Rio Doce e Zona da Mata.

O meteorologista Ruibran dos Reis afirma que o tempo seco vai predominar devido a uma massa de ar quente e seco em Minas. “Não há previsão de novas frentes frias e nem massa de ar polar atuando no estado. Então, na Grande BH e boa parte de Minas Gerais, teremos elevação das temperaturas e clima estável”, disse.

Alerta

Ainda segundo o meteorologista, o índice da umidade relativa do ar será alarmante. “Principalmente, nas regiões Norte, Noroeste e Triângulo. Já na capital mineira e região metropolitana, a partir deste final de semana, teremos a umidade relativa do ar com índices abaixo de 30%. O ar seco vai predominar”, afirmou.

Ele também chama atenção para o aumento das queimadas. “A possibilidade de queimadas aumentará nos próximos dias. A situação ficará complicada, sobretudo com ar bastante poluído no final da tarde e pela amanhã, devido à formação da inversão térmica, que retém a poluição próxima à superfície”, afirma.

O tempo seco exige que a população tome cuidados. Conforme o médico infectologista Carlos Starling, a umidade do ar baixa aumenta a possibilidade de infecções respiratórias, como gripe, bronquite, sinusite e resfriado.“O tempo seco resseca as vias aéreas e facilita a transmissão dos vírus, entre eles, a influenza e COVID-19. Então, compromete a nossa capacidade de defesa”, afirmou.

Starling afirma que se manter hidratado e não fazer atividades físicas nos horários de menor umidade são formas de evitar essas doenças ou agravar problemas ligados as vias respiratórias. “Nestes casos, é recomendado que a pessoa não se exponha ao sol, se hidrate e, eventualmente, coloque umidificador em seu quarto. Quem não tiver, a solução é colocar toalhas umedecidas no ambiente”, explicou.

Fonte: Estado de Minas

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *