• Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br
  • muzambinho.com.br

Varíola dos macacos: número de casos quase dobra em uma semana em Minas

Redação6 de agosto de 20224min0
variola-macaco-monkeypox-20052022150612452
Minas Gerais é o terceiro maior estado em número de casos de infecção pelo vírus. São Paulo e Rio de Janeiro assumem a primeira e a segunda colocações

Em uma semana, o número de casos da varíola dos macacos quase dobrou em Minas. A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informou nesta sexta-feira (5/8) que 81 pessoas estão infectadas com o vírus monkeypox. Em 29 de julho havia 49 casos confirmados da doença.

Conforme o novo boletim epidemiológico, que reúne dados coletados até 14h de hoje, a SES-MG contabiliza 158 casos descartados, 291 estão em investigação e dois foram classificados como provável infecção.

Conforme a SES-MG, os infectados são do sexo masculino, com idades que variam entre 21 e 55 anos, e “estão em boas condições clínicas”.

Na última segunda-feira (1/8), a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Contagem informou que um bebê de 1 ano e 6 meses poderia ter sido infectado pelo vírus monkeypox. No entanto, após avaliação, foi observado que a criança não atendia aos critérios de definição de caso, esclareceu a SES-MG no boletim desta sexta-feira.

Somente Belo Horizonte apresenta transmissão comunitária. Nesse sentido, dos 81 infectados, 58 foram notificados na capital em pessoas que estavam no exterior. Com o maior número de contaminados, Santa Luzia tem quatro pessoas infectadas pelo vírus. Já Contagem tem três pessoas contaminadas.

Com dois casos confirmados estão Governador Valadares, Ribeirão das Neves e Sete Lagoas. Já Betim, Bom Despacho, Cataguases, Janaúba, Juiz de Fora, Mariana, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Teófilo Otoni e Uberlândia têm uma pessoa contaminada, cada.

Primeira morte por varíola em Minas

Na última sexta-feira (29/7) foi confirmada a primeira morte por varíola dos macacos. A vítima é um homem que morava em Belo Horizonte e estava internado em um hospital da capital. Ele era natural de Pará de Minas, na Região Central do estado. Segundo o Ministério da Saúde, a vítima tinha 41 anos e baixa imunidade, incluindo câncer. Um choque séptico, agravado pelo vírus, foi a causa da morte, segundo a pasta.

No Brasil

Conforme dados do Ministério da Saúde atualizados nessa quinta-feira (4/8), 1.721 brasileiros estão contaminados pelo vírus monkeypox. A maior parte dos casos está concentrada em São Paulo, com 1.298 pessoas infectadas. Na sequência aparecem Rio de Janeiro (190), Minas Gerais (75) e Distrito Federal (37) como os estados com maior incidência da varíola dos macacos.

Emergência nacional nos EUA

Autoridades de saúde dos Estados Unidos decretaram emergência nacional em razão da expansão da varíola dos macacos. A doença teve forte alta de casos no país nos últimos dias, o que já acendeu o sinal de alerta em vários estados. Nova York, Califórnia e Illinois já haviam declarado preocupação com a enfermidade e divulgado comunicados à população.

Os Estados Unidos lideram com mais de 6.600 casos. O Brasil é o sexto país do mundo em casos diagnosticados da monkeypox.

Fonte: Estado de Minas

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *