• Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • loja.muzambinho.com
  • muzambinho.com.br

Distribuidoras já relatam falta de combustível em Minas devido às manifestações nas estradas

Redação1 de novembro de 20224min0
posto-de-gasolina_0
O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo de Minas Gerais (Minaspetro) alerta que a situação dos revendedores de combustíveis está se “agravando” devido aos bloqueios em diversas estradas mineiras.

 Apesar disso, a entidade à população para não correr para abastecer os veículos, pois isso poderia gerar um desabastecimento geral.

Desde o resultado do segundo turno presidencial no último domingo (31), alguns caminhoneiros bolsonaristas bloqueiam rodovias em todos o país, protestando contra a vitória legítima de Lula (PT). Parte dos manifestantes pede, até mesmo, intervenção militar para manter Jair Bolsonaro (PL) na cadeira do Palácio do Planalto.

A situação já afeta diversos setores da cadeia de combustíveis, desde a fabricação até a venda final para o consumidor.

“Postos de algumas regiões já estão apresentando falta de produto. As bases também estão apresentando problemas de suprimentos (anidro e hidratado), uma vez que os caminhões não conseguem chegar para descarregamento. As rodovias do interior de São Paulo, onde se encontram grandes usinas, também estão bloqueadas e o fornecimento de etanol poderá ficar comprometido nas próximas horas”, disse o Minaspetro, por nota.

O sindicato afirma que está em contato com a Polícia Militar para que os transportadores consigam chegar na base, “principalmente em Betim, local que atende a maior parte dos postos do estado”.

Confira a íntegra da nota do Minaspetro:

“Situação das bases distribuidoras – 01/11/22

O Minaspetro segue monitorando em tempo real os pontos de bloqueios nas estradas de Minas Gerais e informa os revendedores que a situação nas imediações das bases está se agravando. No fim da manhã de hoje, os manifestantes seguem com trechos fechados em Betim, Governador Valadares e Uberaba.

Postos de algumas regiões já estão apresentando falta de produto. As bases também estão apresentando problemas de suprimentos (anidro e hidratado), uma vez que os caminhões não conseguem chegar para descarregamento. As rodovias do interior de São Paulo, onde se encontram grandes usinas, também estão bloqueadas e o fornecimento de etanol poderá ficar comprometido nas próximas horas.

O Minaspetro já acionou a Polícia Militar de Minas Gerais para garantir a segurança na saída dos caminhões que conseguem carregar nas bases, principalmente em Betim, local que atende a maior parte dos postos do estado.”

Fonte: Hoje em Dia

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *