• muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • loja.muzambinho.com

Mineira de 11 anos ajuda a desenvolver nova fórmula para calcular raiz quadrada: ‘feliz que meu professor me escutou’

Redação16 de novembro de 20234min0
-o-estudo-que-ajuda-no-calculo-de-raiz-quadrada-teve-inicio-em-uma-escola-de-belo-horizonte--0e376c01-dd6d-4ddb-bac3-3b4fe848724d.large
O trabalho, chamado de "Regressão de Júlia", foi apresentado na revista da Sociedade Brasileira de Matemática

‘Regressão de Júlia’. Esse é o nome da fórmula inédita para o cálculo de raiz quadrada desenvolvido pelo professor de matemática Frederico Ferreira de Pinho Tavares a partir do insight de sua aluna Júlia Helena Pimenta Ferreira, à época com 11 anos. O método da menina deu tão certo que foi parar até em uma das revistas científicas mais importantes do país.

A fórmula foi criada em abril de 2022, a partir de questionamentos de Júlia no Colégio Espanhol Santa Maria – Minas, unidade Cidade Nova, na região Nordeste de Belo Horizonte. Ela, que sempre foi fã de matemática, disse que a repetição dos resultados na atividade pedida pelo professor chamou a sua atenção.

“Descobri o jeito novo de calcular raiz quadrada depois que o Fred pediu para a gente calcular o quadrado dos números 10, 11, 12, 13, 14 e 15… Eu fui calculando e, quando terminei, vi um padrão entre os números”, contou a estudante, que hoje tem 13 anos e está no 7º ano.

“Eu não sabia se esse padrão valia apenas para os números da atividade ou para todos. Como não era muito boa na multiplicação, pedi para minha amiga Laura Russo calcular”, acrescentou.

Ao finalizarem o teste, as meninas se surpreenderam com os resultados e levaram a descoberta para o professor. Foi então que Fred passou a pesquisar sobre a raiz quadrada e se alguém já tinha pensado nisso antes.  “A partir desse insight numérico, os alunos podem calcular raízes quadradas de valores que antes não se calculava. Por que não se calculava as raízes quadradas de grandes quantidades? Porque a gente não tinha um processo padrão para seguir”, explicou.

O docente ficou impressionado. “É muito legal ver os alunos desempenhando um bom papel nas aulas e conseguindo transmitir algo fantástico. Mesmo eu dando aulas há muito tempo e com o mestrado em matemática, eu nunca tinha visto esse tipo de raciocínio”, contou o professor que iniciou a carreira em 2010.

Aplicando conhecimentos avançados, após um ano de estudo, Frederico chegou à fórmula. Em homenagem à estudante, batizou-a de Regressão de Júlia e apresentou o resultado na Revista do Professor de Matemática, veículo de divulgação científica da Sociedade Brasileira de Matemática.

Confira o vídeo que docente mostra como usar a nova fórmula:

Agora, Frederico Ferreira está produzindo um artigo para publicação no mercado internacional, além de um livro sobre sua experiência na criação do novo cálculo. “Eu me senti muito feliz, porque ele me escutou. Acho que todos os professores tinham que fazer isso”, agradeceu a aluna.

Fonte: Itatiaia

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Aki Tem Muzambinho

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *