• muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • loja.muzambinho.com

Golpes no WhatsApp servem para desviar Pix. Veja como evitar

Redação21 de novembro de 20234min0
Golpes-no-WhatsApp-servem-para-desviar-pix-veja-como-evitar-scaled
Golpes no WhatsApp têm sido uma tática recorrente para desviar Pix, realizando operações remotas e roubando dados.

Além disso, reconhecendo o Brasil como o principal usuário do aplicativo, a empresa destaca a crescente ameaça. Ainda mais, a popularidade do WhatsApp supera até mesmo a rede social mais procurada, o Instagram, resultando em versões falsas do aplicativo sendo utilizadas em diversas fraudes online.

Nesse sentido, para evitar ser vítima desses golpes, é crucial instalar o WhatsApp apenas a partir de fontes confiáveis, como a Play Store para Android e a App Store para iPhone e dispositivos da Apple. Do mesmo modo, o uso de grafias incorretas, como “Watsap Web”, é comum em links maliciosos que instalam vírus, visando enganar usuários desatentos.

Entretanto, em alguns casos, o malware age espionando a vítima em computadores, aguardando o momento de uma transação online via Pix. A modalidade de transferência por copia e cola é explorada, substituindo o código na “área de transferência” por um destinado à conta do criminoso. Embora o link “Watsap Web” tenha sido removido do Google após denúncias, usuários podem contribuir alertando sobre links suspeitos através da opção de “Feedback”.

Novos golpes no WhatsApp

Nos golpes direcionados a dispositivos móveis, a fraude começa com notificações enganosas, como a “Atualização WhatsApp v2.5”. O malware atua antes da solicitação de senha, causando tremedeira na tela e lentidão no carregamento, resultando em um desvio de até 95% do saldo em um único golpe.

Usuários devem ficar atentos às atualizações, que sempre são feitas sob o nome do programa existente, no caso, WhatsApp. As lojas de aplicativos oferecem opções para atualizar, não instalar. Desconfiar de notificações de fontes desconhecidas é crucial.

Um levantamento global da Kaspersky destaca que aplicativos móveis maliciosos representaram uma das principais formas de golpes online, com mais de 1,6 milhão de ocorrências bloqueadas pelo antivírus em 2022. Ainda mais, a crescente dificuldade para os golpistas publicarem apps maliciosos em lojas oficiais indica uma resposta positiva das proteções existentes. Alisa Kulishenko, especialista em segurança da Kaspersky, alerta para a possibilidade de esquemas de fraude mais sofisticados no futuro.

Cuidados para evitar esses golpes

  • Revisar periodicamente as permissões dos apps instalados no celular
  • Avaliar cuidadosamente antes de instalar novos programas, especialmente quando se trata de autorizações sensíveis, como o uso dos serviços de acessibilidade. Por exemplo, a única permissão que uma lanterna precisa ter é o acesso à lanterna e isso não inclui o acesso à câmera
  • Instalar um antivírus confiável para detectar e remover tentativas de instalação de malware no celular
  • Proprietários de iPhones contam com alguns controles de privacidade fornecidos pela Apple e podem bloquear o acesso de aplicativos a fotos, contatos e o GPS
  • Atualizar sempre o sistema operacional e os aplicativos do celular. Muitas invasões podem ser impedidas ao fazer essas correções

Fonte: Mercado Hoje

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Aki Tem Muzambinho

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *