• Muzambinho.com
  • loja.muzambinho.com
  • muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com

Lançamento da obra literária: A Vida dos Césares – O Divino Cláudio por Rodrigo Martiniano Tardeli

Redação5 de dezembro de 20239min0
WhatsApp Image 2023-12-05 at 09.26.50
No próximo sábado, 09 de Dezembro, às 19h, o professor universitário e escritor Rodrigo Martiniano Tardeli terá a Casa da Cultura de Muzambinho como palco do lançamento em sua terra natal da obra literária: A Vida dos Césares - O Divino Cláudio. Você está convidado(a).

A obra “A Vida dos Césares” foi publicada pela primeira vez no ano 121 d.C. Quem a escreveu foi o secretário imperial Caio Suetônio, quando Adriano era Imperador de Roma. Desde o início, foi um best-seller. Ela conta a vida pública e privada do general Caio Júlio César e dos 11 primeiros imperadores de Roma. Há quase 2 mil anos, esta obra tem sido lida, relida, interpretada, criticada e não teve uma época na história ocidental em que ela não foi exaustivamente lida.

O trabalho a que me propus realizar foi uma nova tradução. As que estão sendo comercializadas e disponibilizada no site oficial do Senado, está repleta de omissões, confusões, erros, pois a cultura brasileira nunca teve uma tradução original. As nossas versões ou são traduções do inglês ou do francês, ou seja, tradução de tradução. Quando iniciei o projeto, percebi que apenas apresentar o ”texto já não teria o impacto necessário, pois, infelizmente, as novas gerações jamais ouviram falar de César, Augusto, Calígula ou Nero. Ou têm um conhecimento apenas televiso do que foi uma luta de gladiadores, uma legião do exército, a política antiga, as instituições sociais. O abismo cultural é ainda mais sentido porque tudo o que fazemos é copiar o que os romanos faziam. Violência e sexo são entretenimentos, políticos corruptos e guerras partidárias fazem parte do nosso dia-a-dia, nossas leis e códigos são cópias do que eles fizeram. Suetônio descreveu uma época em que gigantes caminharam na Terra.

Então, além da tradução, propus-me a explicar o texto por meio de notas. Elas conduzem o leitor em todos os campos do saber: arquitetura, direito, medicina, sexualidade humana, criminologia, história, antropologia e sociologia. Há 40 anos leio e estudo a civilização romana e, neste momento, senti-me pronto para apresentar aos leitores de língua portuguesa uma obra que não existia e que tem poucas semelhantes nas línguas ocidentais. É um trabalho monstruoso, gigantesco, meticuloso. É uma luta com palavras, com construções gramaticais, com um idioma que é tido como morto. O resultado é este que apresento ao público.

A Editora Cor Books de São Paulo acreditou na importância ímpar desse trabalho e, como não seria viável apresentar a tradução inteira de uma vez, decidimos lança-la em 12 tomos ou volumes, cada um tratando da biografia de um dirigente romano. O primeiro, “O Divino Caio Júlio César”, foi lançado em novembro de 2021. Em 2022, foi lançado o tomo II, “O Divino Augusto”. Em fevereiro de 2023, o tomo III, “Tibério”, e em julho de 2023, “Calígula”. Agora, no final do ano, chega ao público o tomo V, “O Divino Cláudio”, uma obra que, conforme saiu na revista do grupo Loyola, revolucionará o entendimento da História de Roma no Brasil.

A história é infinitamente mais interessante do que a ficção: envenenamentos, adultérios, orgias, pedofilia, matricídio, gladiadores, piromania e sangue, muito sangue. Religião, paganismo, mistérios esotéricos, o nascimento do cristianismo. Guarras, conquistas, administração pública, vida privada, modelos que insistem ser copiados. É isto, e sempre mais um pouco, que esta coleção tem a oferecer.

Biografia

Rodrigo Martiniano Tardeli nasceu em Muzambinho, Minas Gerais, no dia 1º de dezembro de 1977. Filho de Myrthes Martiniano Tardeli e Ivan Tardeli. Foi criado e educado em Muzambinho. Estudou na Escola Estadual Frei Florentino (1984-1985), onde foi aluno de Dona Zulma Antinori Machado, na Escola Estadual Cesário Coimbra (1986-1988), na Escola Estadual Professor Salatiel de Almeida (1989-1991), onde participou dos Jogos Azul e Vermelho, no time Azul (gincana cultural e xadrez), e no Colégio Lyceu (1992-1995), onde participou dos Jogos Esparta e Atenas, pelo time Atenas, e foi orador do Grêmio Estudantil.

Nasceu e sempre foi membro da Igreja Presbiteriana Independente de Muzambinho, que considera sua segunda família. Atualmente, é membro da Comissão do Centenário e responsável por escrever o histórico dos 100 anos de Igreja em Muzambinho, a ser publicado em março de 2023.

É formado em Direito pela UNESP – Universidade Estadual Paulista (2001) – e pós-graduado em Direito Civil e Direito Processual Civil pela Universidade de Franca (2004). Desenvolveu, a partir daí, estudos nas áreas de História do Direito, Filosofia do Direito, Criminologia, Direito e Sexualidade Humana, Direito Canônico e Direito e Religião.

Desde 2004 é professor do curso de Direito da Universidade Nove de Julho – UNINOVE – Ministrando aulas nas Disciplinas de Direito de Família, Direito da Infância, História do Direito, Teoria Geral das Obrigações, Direito das Coisas, Teoria Geral dos Contratos, Direito das Sucessões, Teoria Geral do Direito Privado, Interpretação e Aplicação do Direito, Filosofia do Direito, Introdução ao Estudo do Direito, Hermenêutica Jurídica, Teoria do Crime, Criminologia, Direito e Sexualidade Humana e Metodologia da Pesquisa Jurídica

Coordenador e orientador da disciplina Trabalho de Conclusão de Curso (2013-2018).

Na Fundação Armando Álvares Penteado – FAAP- foi professor de Linguagem Jurídica e Filosofia do Direito, de fevereiro de 2008 a dezembro de 2009.

Desde abril de 2019 é professor do curso de pós-graduação em Direito Civil e Processual Civil da ESA – Escola Superior de Advocacia – de São Paulo.

Desde maio de 2021 é professor de Direito Civil e História do Direito do Portal SOS Direito.

De 2018 a 2021 atual como assistente do Tribunal de Justiça de São Paulo, junto à sexta Câmara de Direito Criminal.

É autor de inúmeros artigos abarcando seus estudos jurídicos, históricos e religiosos.

Atualmente, reside, alternadamente, em São Paulo, onde exerce o magistério universitário, e em Muzambinho, onde também é consultor jurídico. Mesmo nos anos em que morou e estudou fora, nunca perdeu o vínculo com sua cidade natal, que guarda seu bem mais precioso, sua família. Considera ser muzambinhense um dos grandes privilégios de sua vida, pois ama sua cidade, seus amigos e companheiros. Inclusive, faz parte da Comissão do Centenário da Igreja Presbiteriana Independente de Muzambinho, onde é membro desde que nasceu. É responsável por pesquisar e escrever a história da Igreja, trabalho a ser publicado em janeiro de 2024.

Rodrigo leu sobre os imperadores romanos, pela primeira vez, por volta dos 9 anos de idade, em casa. A partir de então, tornou-se um obsessivo estudioso da civilização romana, principalmente do período imperial.

Costumava passar horas toda semana na Biblioteca Municipal e pesquisar nas enciclopédias, inclusive nas em inglês e espanhol, ajudado por Dona. Tereza, a bibliotecária. Aos 14 anos, insistindo com sua mãe, quis aprender latim. Dona Myrthes, diante dos pedidos do filho, conseguiu que ele tivesse aulas com seu colega, o professor Vicente de Paula Teixeira, aposentado da Escola Agrotécnica, e especializado em filologia românica, fluente em todas as línguas neolatinas. Foram dois anos de um aprendizado ímpar, sem o qual as obras de hoje não seriam realizadas.

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *