• loja.muzambinho.com
  • muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

‘Enem dos Concursos’: perguntas e respostas sobre a prova para 6,6 mil vagas com salários de até R$ 22,9 mil

Redação13 de dezembro de 20235min0
anulacao-de-questoes-em-concurso
A vida dos concurseiros de todo o país será agitada no início de 2024.

As atenções estarão voltadas principalmente para o Concurso Público Nacional Unificado, que vem sendo chamado de “Enem dos Concursos” pelas dimensões que tem ganhado. Serão mais de 6,4 mil vagas para 21 órgãos. Os salários iniciais podem chegar a R$ 22,9 mil.

O Concurso Nacional, conforme explica o governo federal, consiste em um modelo de realização conjunta de concursos públicos para o provimento de cargos públicos efetivos no âmbito dos órgãos e das entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional.

De acordo com o governo federal, nos últimos seis anos, mais de 73 mil vagas em órgãos públicos foram perdidas. O concurso será para suprir parte desse espaço vazio.

Itatiaia listou, do que se sabe até agora, perguntas e respostas sobre o concurso. Confira abaixo:

  • Quantas vagas estão previstas? A princípio, são 6.640 cargos, entre níveis médio e superior.
  • Quando o edital deve ser publicado? A ideia do governo federal é publicá-lo até 22 de dezembro.
  • As inscrições já têm data para serem feitas? Qual será a taxa? Até o momento, não há uma definição, mas será uma única taxa para concorrer a todos os órgãos participantes.
  • Quando a prova será aplicada? O governo federal espera realizar o concurso até 25 de fevereiro de 2024.
  • Qual será a banca organizadora? Será a Fundação Cesgranrio. Ela já organizou concursos para a Petrobras, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, entre outros.
  • Quais órgãos aderiram à prova e quantas vagas devem ser ofertadas? São 21. Segue a lista:
    Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI): 1.480
    Ministério do Trabalho e Emprego (MTE): 900
    Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa): 520
    Advocacia-Geral da União (AGU): 400
    Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI): 296
    Ministério da Saúde (MS): 220
    Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP): 130
    Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC): 110
    Ministério da Educação (MEC): 70
    Ministério da Cultura (Minc): 50
    Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC): 40
    Ministério dos Povos Indígenas (MPI): 30
    Ministério do Planejamento e Orçamento (MPO): 60
    Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): 895
    Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra): 742
    Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai): 502
    Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep): 50
    Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel): 40
    Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc): 40
    Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS): 35
    Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq): 30
  • Quais são as remunerações iniciais previstas? Também não há uma oficialização, mas há cargos com previsão de pagamentos iniciais de R$ 22,9 mil. É o caso do posto de auditor-fiscal do Ministério do Trabalho e Emprego.
  • Em quais cidades a prova será aplicada? As provas vão acontecer em 180 cidades dos 26 estados e do Distrito Federal.
  • E como será a prova? Em um único dia, a prova será dividida em duas partes. A primeira será objetiva, com perguntas comuns a todos os candidatos. A segunda terá perguntas específicas e dissertativas separadas por blocos temáticos.
  • A posse será quando? A previsão é que os aprovados sejam finalmente incorporados aos postos oferecidos no concurso até agosto de 2024.

Fonte: Itatiaia

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *