• loja.muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com

Não é exagero: entenda como a gratidão pode mudar sua vida

Redação27 de fevereiro de 202411min0
Tamyres270224
Tamyres Fontes

Despertar a gratidão pode ser uma jornada de aprendizado e amor em família. Conheça práticas para aplicá-la no dia a dia

Quando eu era criança, ligava para a minha avó que morava no interior de São Paulo para saber como estavam as flores do jardim dela. Sentia a maior alegria e quando recebia pelo correio fotos de seu jardim. Junto com as flores, ela e meu avô também enviavam fotos do céu e dos pássaros. Fui uma criança que, quando conversava com meu avô, tinha interesse em saber como estava o céu na casa dele, e ele me descrevia com muitos detalhes ao ponto de eu conseguir visualizar como se estivesse em uma chamada por vídeo.
Hoje tenho o privilégio de morar em uma casa onde eu consigo enxergar o horizonte, e em diversos momentos do meu dia eu o observo e sinto a vida com gratidão, não importa como o dia se apresenta. Mas nem sempre tive esse horizonte. Vivi minha juventude no apartamento dos meus pais na Santa Cecília, em São Paulo, e mesmo não tendo uma vista privilegiada, eu tinha a opção de olhar para cima e observar como estava o dia. Não consigo lembrar de nenhum dia se quer de não ter olhado para o céu.
O inverno nunca falha em se tornar primavera
Sei que você que vive no Brasil está se despedindo do verão e se preparando para a chegada do outono. Eu, que vivo em outro hemisfério, estou me preparando para a chegada da primavera. Ah, a primavera! (leia como um verdadeiro suspiro de alegria).
A primavera é um encanto. Ela nos promete um novo começo, o retorno do calor e a abundância da alegria. A primavera chega de repente, de um dia para o outro. Com o sol mais forte, com zumbidos dos insetos, com o piar dos pássaros e com as flores que já não crescem apenas timidamente, mas com paixão e cheias de amor pela vida. A primavera é um mistério, ela entra em nossas vidas de forma implacável e muitas vezes imprevisível.
Para o filósofo psicanalista Ele diz: a essência da primavera é exatamente o que essa estação tem a nos oferecer: o que há de vivo. Fromm escreve: “O que nos atrai é sempre a vida. Ser feliz não é o mais importante da vida, mas sim estar vivo”.

A gratidão é um estado de ser, uma postura perante a vida
Há alguns anos, sentia-me afogada em um turbilhão de desafios e responsabilidades, sentindo-me perdida em meio ao caos do dia a dia. Foi nesse momento de incerteza que me aprofundei em alguns ensinamentos budistas sobre a gratidão. Sob a luz da sabedoria milenar, compreendi que cultivar a gratidão não era apenas uma escolha, mas uma necessidade essencial para encontrar paz interior e plenitude.
Descobri que a gratidão é mais do que apenas um sentimento passageiro de reconhecimento. É um estado de ser, uma postura perante a vida que nos permite enxergar além das dificuldades e apreciar as grandiosidades ocultas em cada desafio.

Procure enxergar em seu caminho, assim como a primavera, as coisas que te fazem florescer e se sentir viva em qualquer estação do ano.

“Desenvolva a gratidão, pois é a fonte de toda felicidade verdadeira” – Buda Siddhartha Gautama. Nos últimos anos, a ciência tem se dedicado a estudar os efeitos da gratidão em nossa saúde mental e emocional. Estudos têm demonstrado que a prática regular de gratidão está associada a uma maior resiliência, redução do estresse e aumento da felicidade. Além disso, indivíduos gratos tendem a ter relacionamentos mais satisfatórios e uma maior sensação de propósito na vida.
Mas, como podemos cultivar a gratidão em nossas vidas cotidianas?
Em um mundo com tanto acesso à informação, como podemos fazer com que nossos filhos também sintam se gratos pela vida, por estar vivos e pelas pequenas coisas que lhes acontecem?
Os ensinamentos budistas oferecem valiosas práticas que podemos incorporar em nosso dia a dia. Desde a prática da meditação da gratidão até o simples ato de reconhecer e agradecer pelas pequenas alegrias, cada passo nos aproxima ainda mais desse estado de ser.

Uma das lições mais preciosas que aprendi é que a gratidão não depende das circunstâncias externas. Mesmo nos momentos mais difíceis, podemos encontrar motivos para agradecer. E o primeiro passo para ensinar nossas crianças, é a gente colocar em prática a lente da gratidão em nossa própria vida.

“Os pequenos olhos observam o que fazemos muito mais do que os pequenos ouvidos ouvem o que dizemos. É como vivemos, e não como exigimos que vivam, que tem o maior impacto sobre quem os nossos filhos se tornarão.”

L.R. Knost

Embora possa ser natural sentirmos gratidão, muitas vezes ela fica em segundo. Para evitar que isso aconteça escrevi alguns pequenos rituais para que você faça as crianças no seu dia a dia:
Ritual da gratidão
Aqui está um simples ritual que você pode realizar com seus filhos para nutrir o amor e a gratidão em suas vidas diariamente:
Comece e termine cada dia com um momento de gratidão em família. Pode ser logo pela manhã, ao acordar, ou à noite, antes de dormir.
Reúnam-se em um lugar confortável, como na cama antes de levantar, ou antes de ir para a cama.
Cada um de vocês compartilham uma ou mais coisas pelas quais estão gratos naquele dia. Podem ser coisas simples, como um bom sono ou um café da manhã delicioso.
Para inspirar a criança, comece com você e depois faça perguntas específicas, como: “Com o que você ficou feliz hoje?” ou “O que você está esperando para hoje?”
Este momento de reflexão permite que todos reconheçam e apreciem as coisas boas que acontecerão ou aconteceram durante o dia, cultivando um estado de gratidão e positividade.

Mural da gratidão
Às vezes, as crianças, especialmente as mais novas, têm dificuldade em falar sobre conceitos como a gratidão, que são novos e abstratos para elas. Para que os rituais não se tornem chatos, mas sejam muito divertidos, um pouco de imaginação e criatividade podem entrar em jogo. Para fazer isso, desempacote os materiais de pintura e artesanato e eternize o que tornou o dia especial em um pedaço de papel. Você também pode criar um mural com as pequenas obras-primas da gratidão que será lembrada continuamente de como a vida é bela.
Diário da gratidão
Se você tem filhos mais velhos que já sabem escrever, pode manter um diário de gratidão com eles. Um pequeno diário no qual vocês possam registrar e armazenar todos os pequenos e grandes momentos pelos quais vocês são gratos hoje. Vocês podes escrever textos individuais corridos ou determinar algumas frases e perguntas específicas, como:
Hoje sou grata por…
Hoje sou grata pela pessoa XY porque…
Hoje sou grata pelo momento em que…
Hoje eu aprendi…
Estou grata pelo amanhã porque…
Escreva a data em cada página e dê asas a sua criatividade. Se seus filhos não têm vontade de escrever, eles podem agradecer desenhando algo no livro ou colando adesivos. Vocês também podem fazer um pequeno ritual de ler juntos o diário no final no dia ou na manhã seguinte, leiam em voz alta e deixem a gratidão fazer parte ainda mais de suas vidas.
“A gratidão é a memória do coração.” – Antístenes (filósofo grego, um dos fundadores da filosofia cínica, foi discípulo de Aristóteles. Essa filosofia entendia que a felicidade era algo natural e que podia ser treinada, buscando ter uma vida simples).

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Aki Tem Muzambinho

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *