• Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br
  • loja.muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Brasil pode perder mais de 600 mil doses de vacina contra dengue

Redação27 de março de 20242min0
qdenga-382
Isso corresponde a cerca de 95,4% do total de doses disponíveis (700 mil)

O Brasil pode perder 668 mil doses de vacinas contra a dengue. O motivo: a data de validade dos imunizantes está próxima, em 30 de abril. Isso corresponde a cerca de 95,4% do total de doses disponíveis (700 mil). O alerta foi feito pelo Ministério da Saúde na manhã desta quarta-feira (27).

Segundo o governo federal, desde que a campanha de vacinação contra a dengue começou, 534,6 mil doses foram registradas como aplicadas. Isso equivale a 43% do total disponibilizado (1,235 milhão de doses).

Após registrar uma baixa adesão da vacinação da dengue nos municípios que receberam a vacina, o Ministério da Saúde vai redistribuir as doses que estão paradas para outras cidades que não estavam no plano inicial. Segundo o comunicado, mais 154 municípios serão contemplados com a vacina, cujo público alvo são crianças e adolescentes de 10 a 14 anos.

“A gente sabe que tem um quantitativo dessas doses que não foi aplicado. Não podemos deixar essas doses vencerem, é preciso utilizá-las. Diante disso, o Ministério da Saúde trouxe uma solução: redistribuir, dentro das unidades federadas, ou seja, dentro dos estados, para municípios que ainda não foram contemplados”, disse o diretor do Departamento de Emergência em Saúde Pública e do Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública para Dengue e outras Arboviroses (COE-Dengue), Márcio Garcia.

As seguintes regiões de saúde foram contempladas pela ampliação:

  • Betim (MG)
  • Uberaba (MG)
  • Uberlândia/Araguari (MG)
  • Central (ES)
  • Recife, Apucarana (PR)
  • Grande Florianópolis (SP)
  • Aquífero Guarani (SP)
  • Região Metropolitana de Campinas (SP)
  • São José do Rio Preto (SP)
  • São Paulo

Fonte: Itatiaia

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Aki Tem Muzambinho

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *