• muzambinho.com.br
  • loja.muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Eclipse solar total e chuva de meteoros Líridas são os espetáculos cósmicos de abril

Redação1 de abril de 20247min0
meteoros-ab9043360f1ae8add7df3bd54e7031e2
Todo mês o céu noturno oferece ótimas oportunidades para tirar a poeira dos binóculos e dos telescópios e observar as estrelas, os planetas e outras maravilhas celestes. O mês de abril, entretanto, não será como os outros: será ainda melhor!

O principal evento astronômico do mês está a encargo de um evento esperado por amantes da astronomia há muitos anos: um eclipse solar total no dia 8 de abril! Esse fenômeno acontece quando a Lua fica exatamente entre o Sol e a Terra, projetando sua sombra em uma pequena parte da superfície da terrestre.

Os observadores presentes nessa região, conhecida como o “caminho da totalidade”, verão a Lua deslizar gradualmente em frente do Sol, reduzindo-o o seu disco e, consequentemente, seu brilho, até ocultá-lo por completo durante alguns breves (mas espetaculares) minutos. Durante esses instantes, a fina atmosfera externa do Sol, conhecida como coroa, torna-se visível e, aqui embaixo, a superfície fica tão escura quanto a noite.

Eclipse solar total visto da Austrália em 2023.Eclipse solar total visto da Austrália em 2023.Fonte:  Gwenaël Blanck 

Infelizmente, desta vez o evento não será visto do Brasil e de nenhuma região da América do Sul, ficando restrito somente aos observadores privilegiados da América do Norte, desde o México até o Canadá. Outras regiões do planeta, como Portugal, observarão um eclipse solar parcial, com a Lua não cobrindo inteiramente o disco solar. Mas não se preocupe: o fenômeno será transmitido ao vivo pelos canais e redes sociais da NASA.

Outro fenômeno astronômico de destaque do mês de abril é a chuva de meteoros Líridas, em que uma série de meteoros irradiarão da constelação de Lira e riscarão os céus com rastros luminosos.  Essa é uma chuva de meteoros considerada de porte médio, geralmente produzindo cerca de 15 a 20 meteoros por hora em seu pico. Ela é originada dos resquícios espaciais deixados pelo cometa C/1861 G1 Thatcher, que foi descoberto em 1861.

Chuva de meteoros Líridas sobre o céu do Chile.Chuva de meteoros Líridas sobre o céu do Chile.Fonte:  Yuri Beletsky (Las Campanas Observatory, Carnegie Institution) 

As Líridas ocorrem anualmente no mês de abril, usualmente entre os dias 16 e 25 e, este ano, o pico de sua atividade ocorrerá na noite do dia 22 e nas primeiras horas da manhã do dia 23, com uma estimativa prevista de até 18 meteoros por hora.

Embora o fenômeno seja melhor visível do hemisfério norte, no Brasil o fenômeno pode ser acompanhado de todas as regiões do país, mas principalmente do norte e nordeste. Para tanto, basta ficar em um lugar que dê uma boa visão do céu noturno aberto, de preferência escuro e com baixa poluição luminosa: os meteoros podem ser vistos em qualquer lugar do céu.

O uso de aplicativos como Carta Celeste, Star Chart e Sky View são excelentes para auxiliar a localização de objetos celestes.

Calendário dos principais eventos astronômicos do mês de abril de 2024

02/04: Lua em Quarto Minguante

06/04: Conjunção entre Lua e Marte e ocultação lunar de Saturno

08/04: Eclipse solar total e Lua Nova

10/04: Conjunção entre Saturno e Marte

15/04: Lua em Quarto Crescente

20/04: Conjunção entre Júpiter e Urano

21/04: Cometa 12P/Pons-Brooks atinge seu brilho máximo

22 e 23/04: Pico da chuva de meteoros Líridas

23/04: Lua Cheia

Céus limpos e boas observações!

Fonte: TecMundo

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Aki Tem Muzambinho

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *