• loja.muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com

Enem dos Concursos: confira os locais de prova em Minas e dicas para a véspera

Redação3 de maio de 20246min0
concurso-prova-05de10f008
Aplicação do exame será neste domingo (5/5) em 26 cidades mineiras

A prova do Concurso Público Nacional Unificado, apelidado de “Enem dos Concursos”, será aplicada no próximo domingo, 5 de maio. Em Minas, 26 municípios receberão os candidatos para fazer o exame. São eles: Almenara, Araçuaí, Araxá, Belo Horizonte, Betim, Contagem, Curvelo, Diamantina, Divinópolis, Governador Valadares, Ipatinga, Itajubá, Ituiutaba, Januária, Janaúba, Juiz de Fora, Lavras, Montes Claros, Muriaé, Paracatu, Passos, Patos de Minas, Pirapora, Teófilo Otoni, Uberaba e Uberlândia.

No total, serão 243 locais de provas em Minas. Para consultar onde será o seu, o candidato deverá acessar o documento na Área do Candidato, no site cpnu.cesgranrio.org.br/login. Para isso é preciso fazer login com os dados da conta Gov.br. Em relação ao número de inscritos, Belo Horizonte foi a cidade mineira com maior quantidade de candidatos: 62.658. Em seguida, aparecem Juiz de Fora (16.223), Uberlândia (12.108), Montes Claros (10.142), Lavras (6.731) e Contagem (6.386).

Operação de transporte

A respeito de operações especiais de transporte e trânsito para o domingo, a prefeitura de Belo Horizonte informou que o esquema de trânsito está sendo definido e será divulgado no portal do órgão prefeitura.pbh.gov.br. Já Contagem afirmou que vai monitorar os principais corredores da cidade e os locais com grande movimentação de candidatos para garantir o fluxo de trânsito. Mas não será realizada alteração no trânsito nem no quadro de horários dos ônibus. Já a prefeitura de Betim enfatizou que a realização do concurso no município não demandará alterações na oferta de viagens, horários e na operação de trânsito.

Preparação para os dias que antecedem a prova

A três dias do Concurso Nacional Unificado (CNU), muitos dos 2,1 milhões de candidatos a servidores públicos vivem uma reta final de ansiedade e nervosismo. Todos desejam conquistar uma das 6.640 vagas em um dos 21 órgãos ligados ao governo federal. Por isso, o psicólogo e psicanalista Thiago dos Santos, conversou com a reportagem e deu algumas dicas para ajudar os estudantes na véspera da prova.

1- Como lidar com os sentimentos e sensações de ansiedade e nervosismo na véspera e no dia da prova? 

Bem, esses sentimentos virão. Acho que o mais importante é que cada um saiba lidar com essa situação. Então, não tem nenhuma receita geral. Mas, assim, é interessante que cada candidato se coloque neste lugar de alguém que vai fazer e responder questões de uma prova. O que vai tranquilizar, de certa forma, é o próprio preparo. Então, conseguir levar consigo esse entendimento é a base para que a pessoa não deixe que a ansiedade e o nervosismo fiquem maiores do que o próprio conhecimento e sua própria condição.

2- Nesses dias que antecedem a prova, é recomendado que os estudantes intensifiquem ou que desacelerem os estudos? 

É muito importante o candidato ter em mente o que já foi construído até esse ponto. E também que a pessoa olhe para si e saiba o quanto está disposta a continuar se dedicando aos estudos. Estudar com mais intensidade não significa que o candidato vai resolver a vontade que está de ir lá e responder as questões. Se isso gerar mais cansaço, se a intensificação dos estudos tornar pior a qualidade de vida, por exemplo, isso não é recomendado. Agora, se a pessoa souber focar nos estudos, de uma maneira pontual e organizada, é claro que é válido. Então isso também é uma medida de cada um. Acho que o recomendado é que a pessoa vá para a prova descansada e com a cabeça arejada. Até mesmo porque o que está na prova é um recorte de tudo que se estuda para os concursos.

3- Há outras sugestões a respeito de alterações na rotina ou mesmo do que fazer e o que não fazer nesta véspera? 

É importante poder contar com uma rede de apoio, familiares e pessoas próximas, que podem auxiliar, seja na questão do transporte até o local da prova, na preparação da alimentação ou no descanso no dia que antecede a prova. Assim, o candidato conseguirá se organizar e fazer a prova com mais tranquilidade e segurança. Fazer prova de concurso é uma performance, por isso é importante que a pessoa faça a melhor performance com os recursos que ela tiver disponíveis.

Fonte: O Tempo

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Aki Tem Muzambinho

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *