• muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com

Estudante de Medicina Veterinária do IFSULDEMINAS participa do desafio “Meninas na Ciência”

Redação14 de agosto de 20186min0
Shéron Luma de Oliveira representou o instituto no Conecta IF 2018, realizado em Brasília (DF)

A estudante Shéron Luma de Oliveira do quinto período do curso de Medicina Veterinária do Campus Muzambinho, do Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS), foi uma das participantes do projeto “Meninas na Ciência”. A atividade contou com uma aluna representante de cada uma das 41 instituições que compõem a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e foi realizada durante o Conecta IF 2018, um evento organizado pelo Instituto Federal de Brasília (IFB), entre os dias 6 e 10 de agosto, na capital do país.

A escolha da estudante para representar o IFSULDEMINAS no evento atendeu a pré-requisitos listados pelo IFB. Shéron já havia se destacado em eventos, como a Olimpíada Brasileira de Agropecuária (OBAP) e a Olimpíada Internacional de Ciências da Terra (IESO); além de ser, atualmente, bolsista de projeto de iniciação científica na área de clínica e cirurgia em grandes animais e participar do grupo de estudo GEGAPI (sobre pesquisa e inovação em grandes animais).

O transporte e a estadia da estudante em Brasília foram custeados pelo IFSULDEMINAS por meio do auxílio EVACEE, fornecido para apoiar a participação de alunos em eventos artísticos, culturais, esportivos e de extensão.

O Desafio
Organizadas em quatro grupos, as 41 estudantes produziram, em apenas 3 dias, protótipos de experimentos ou equipamentos que pudessem ser utilizados em aulas do Ensino Médio, nas disciplinas de Matemática, Física, Química e Biologia.

A equipe de Shéron criou um projeto na área de Física, um circuito dividido em quatro estações: do lago (que aborda conteúdos de densidade); da montanha (ensina sobre atrito); da roda gigante (que traz informações sobre movimento circular) e da ponte automática (que trata de força e direção). A proposta do protótipo era gerar conhecimento de forma lúdica, criando, em formato que lembra um jogo de tabuleiro, um percurso cheio de desafios que, para o estudante avançar, precisaria encontrar as respostas corretas. “O circuito pode ser montado pelo aluno ou pelo professor. Os desafios apresentados ao longo do percurso aproximam-se da realidade rotineira do aluno, demonstrando para ele que a física está em toda a parte. A ponte, o carrinho do percurso e a montanha-russa foram programados para que o circuito fosse mais interativo e pudesse chamar mais a atenção”, explica Shéron.

Depois de concluídos, as quatro equipes apresentaram os protótipos ao público do Conecta IF 2018, quando puderam explicar e tirar dúvidas sobre os experimentos. Os resultados apresentados foram: uma caixa com equipamentos feitos com materiais reciclados e de baixo custo (equipe QuimiBox); uma caixa de projeções geométricas para ensino de formas e cálculos, com apoio de tecnologias (equipe Matec); um jogo para ensinar sobre DNA e mutação genética e um tabuleiro intuitivo para ensinar sobre 15 zoonoses diferentes de todas as regiões do país (equipe Science4all ); além do projeto construído pelo grupo da estudante do IFSULDEMINAS, os quatro circuitos de Física (equipe Milevas Brasileiras).

Por sorteio, uma representante de cada grupo irá retornar à Brasília, em outubro, para apresentar os resultados do projeto na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que, neste ano, terá como tema “Ciência para redução das desigualdades”.

Igualdade de gênero
O projeto “Meninas na Ciência” também teve a proposta de buscar outras formas de incentivar a presença do sexo feminino na ciência e tecnologia. “Poder mostrar o talento das mulheres foi muito satisfatório! Para mim, esse desafio de projetos pode ter sido um divisor de águas na minha futura carreira, pois fiquei ainda mais encantada e apaixonada pela ciência e pela pesquisa. Além disso, pude observar o poder da interdisciplinaridade. Muitas vezes, as áreas específicas se fecham para outras áreas distantes, mas projetos maravilhosos podem ser desenvolvidos quando se tem diversas áreas trabalhando juntas, um leque de oportunidades se abrem”, completa a estudante do curso de Medicina Veterinária.

Conecta IF 2018
O ConectaIF, evento aberto e gratuito, reuniu oficinas, mostras, workshops, rodas de conversa, protótipos de produtos, arte, cultura, desafios, palestras, competições, feiras, exposições e resultados de pesquisas.

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *