• Grão de Ouro
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

#VcTemVoz incentiva mulheres a denunciarem casos de agressão

Julia Toledo26 de novembro de 20182min0
6c67ed2c-621d-449f-9cd6-6730b303afaa
Estatísticas revelam a importância de promover a igualdade de gênero e enfrentar a violência contra mulheres

Novembro é marcado por manifestações em favor das mulheres. No domingo (25), o mundo celebra o Dia Internacional da Não-Violência contra a Mulher. Aqui no Brasil, a campanha #VcTemVoz, organizada pelo governo federal, vai mostrar que elas têm voz para denunciar esses crimes, alcançar mais autonomia e conquistar novos espaços.

A inciativa também pretende conscientizar sobre a necessidade de se mudar uma realidade preocupante: só no ano passado, mais de 82 mil mulheres relataram algum tipo de violência no Brasil por meio do Ligue 180. Desse número, 671 foram assassinadas, 34,7 mil sofreram violência física e mais de 31 mil denunciaram violência psicológica.

No Ligue 180, mais de 38 mil denúncias de violência contra mulheres foram registradas no primeiro semestre de 2018. A maior parte delas relacionadas à violência física (43,31%) e psicológica (33,22%). Os registros são encaminhados para os órgãos competentes, que realizam os procedimentos necessários.

Esses números revelam a importância da promoção da igualdade de gênero em relação às mulheres. Por esse motivo, o foco principal da campanha deste ano é incentivá-las a se manifestarem, a usarem a voz para registrarem os casos de agressão dos quais são vítimas.

Ao fazer isso, elas não estarão sozinhas. O governo federal conta com uma série de ações em diversas áreas para atender as mulheres e auxiliá-las a procurar ajuda e proteção neste tipo de crime.

Por fim, o #VcTemVoz pretende mobilizar também os homens, a sociedade civil e os movimentos sociais para que contribuam com o enfrentamento à violência contra a mulher.

Fonte: Governo do Brasil, com informações da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres e do Ministério dos Direitos Humanos

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixar um Comentário

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *