• Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Encontro na Amog apresentou plataforma para Leilões Eletrônico para Cafés Especiais.

Gerson Dias18 de fevereiro de 20194min0
Cafeicultores discutem alternativas para melhorar os preços das sacas de cafés

Aconteceu na sexta-feira, 15/02, o Encontro de Produtores de Café, na sede da Amog (Associação de Municípios da Microrregião da Baixa Mogiana) em Guaxupé, e reuniu a cadeia do café arábica.

Fernando Barbosa, o presidente do Conselho do Café da Amog, abriu o evento e explicou o a urgência em elaborar um documento com reivindicações a serem entregues à Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Teresa Cristina. “Temos que ter medidas urgentes para resolver a questão da renda do cafeicultor. O objetivo é formatar um alinhamento com a ministra, devido aos custos alto de produção e os preços baixos e no futuro a produção tende a aumentar.”

Entre as proposta está o incentivo ao consumo no mercado interno e a busca de novos compradores exterior. Um antigo desejos dos cafeicultores os subsídios para a cafeicultura para competir com o mercado externo vão estar na pauta do documento a ser encaminhado ao Ministério.

O principal assunto foi a apresentação sobre os leilões eletrônicos de cafés especiais feita pelo diretor da Bolsa Brasileira de Mercadorias, Cesar Costa, um dos projetos da Bolsa para 2019. A proposta da Bolsa Brasileira ao setor cafeeiro é a utilização de leilões eletrônicos específicos e regulares para venda e escoamento de cafés especiais para compradores do mercado interno e para exportação. “Esse mecanismo permitirá ao setor uma exposição mais abrangente das ofertas para compradores de todo o país, com a garantia de recebimento por meio de uma conta de liquidação da Bolsa criada para esta finalidade”, explica o diretor.

Também foram discutidos com os presentes a “inovação tecnológica na produção de café”, com a representante do Agro Mulher, Vanessa Sabioni. “Hoje eu vim aqui para trazer informação sobre a importância que a mulher tem na transferência de tecnológica no agronegócio. Nós sabemos hoje 30% das propriedades rurais são administradas por mulheres”.

O Deputado Federal Emidio Madeira, que compõe a frente parlamentar da agricultura, em Brasilia, explicou que para tratar das questões da cafeicultura tem um assessor técnico que vai estar na região para ajudar nas demandas da cafeicultura. Participaram do Encontro, o gerente regional da Emater, Willen Araujo e equipe dos municípios de Muzambinho, Cabo Verde, Nova Rezende, São Pedro da União, o presidente da Amog o prefeito Paulo Sergio Gornati, Prefeito de Monte Santo de Minas, vice-prefeito de São Pedro da União Ronaldo Aparecido Dias, Marcos Carvalho representando a Assprocafé de Cabo Verde, a Diretora de Agricultura de Muzambinho Andreia Silva, o presidente da Cooperativa Regional dos Cafeicultores Guaxupé, Carlos Alberto Paulino da Cooxupé.

Gerson Dias


  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *