• Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Arantes participa do lançamento da Frente Parlamentar em defesa do Lago de Furnas

Redação16 de maio de 20193min0
ArantesFurnas
O turismo alavanca economias, no Brasil e no mundo. A geração distribuída de energia e as usinas fotovoltaicas poderiam ser alternativas para minimizar o impacto de Furnas

O vice-presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Antonio Carlos Arantes, participou na segunda-feira (13/05/19) do lançamento da Frente Parlamentar Itamar Franco, que tem como objetivo defender os interesses dos municípios que buscam explorar o potencial turístico do Lago de Furnas.

A audiência pública realizada pela Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) reuniu parlamentares, prefeitos e lideranças políticas dos 34 municípios impactados pelo reservatório da usina hidroelétrica.

Arantes lembrou que é um dos deputados que mais conhecem o lago, uma vez que passa por ali quase toda semana, no mínimo duas vezes, e vê os problemas, mas também as soluções. Por isso, defendeu o estabelecimento da cota mínima 762 para garantir que o lago tenha um espelho mínimo de água de 50%: “Com o nível da água garantido, vamos ter investimentos no turismo, o que vai beneficiar muito os municípios”, afirmou.

Arantes lembrou ainda que o desenvolvimento da região também passa pelo tratamento do esgoto e a conclusão da estrada Pimenta – Guapé, que são prioridades.

Entre os presentes, o prefeito de Boa Esperança, Hideraldo Henrique Silva, presidente da Associação dos Municípios do Lago de Furnas – Alago – enfatizou que as cidades dependem da renda gerada pelo turismo: “O governo precisa pensar além do fornecimento de energia elétrica. Hoje estamos 97 centímetros abaixo da cota mínima. E as chuvas já acabaram. Precisamos pensar o reservatório para outros usos”, enfatizou.

A presidente do Circuito Turístico do Lago de Furnas, Thayse de Castro, afirmou que o turismo no lago compensaria a questão financeira da eletricidade que não for gerada: “O turismo alavanca economias, no Brasil e no mundo. A geração distribuída de energia e as usinas fotovoltaicas poderiam ser alternativas para minimizar o impacto de Furnas”, sugeriu.

Antônio Carlos Arantes parabenizou os deputados professor Cleiton e Dalmo Ribeiro por terem promovido a audiência pública: “Furnas é uma preocupação de todos nós, que há muito tempo trabalhamos para resolver. E agora temos a criação de uma Frente Parlamentar dedicada ao Lago de Furnas”, concluiu.

Texto e fotos: Juvenal Cruz Junot

Assessoria de Comunicação Deputado Estadual Antônio Carlos Arantes

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixar um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *