• Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Uso de agrotóxicos sobe 40,23% na região

Redação28 de outubro de 20193min0
2017PAA-Especial-sobre-Agrotoxicos
A alta percentual é superior à média nacional, com o uso de agroquímicos superando a margem dos 20%.

O número de estabelecimentos da região que admitiu usar agrotóxicos subiu 40,23% nos últimos 11 anos, conforme os dados do Censo Agropecuário 2017, divulgado na sexta-feira, 25, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Passos teve uma crescente de 49,42% do total de empreendimentos que informaram o uso de agrotóxicos ao IBGE. Com isso, o aumento foi de 259 unidades, passando de 524 estabelecimentos, em 2006, para 783, em 2017. De acordo com a pesquisa, entre as localidades rurais, 59,48% dos produtores fazem uso desse tipo de produto e 66 estabelecimentos declararam não terem recebido qualquer orientação técnica para tal.

São Sebastião do Paraíso, cidade em que, no último censo, 532 unidades afirmaram a utilização de defensivos agrícolas, desta vez, passou a compreender 713 locais aplicando agrotóxicos, em uma crescente de 34,02%. Também no território, 163 propriedades não têm instrução para aplicação.

Em Piumhi, a alta na declaração de uso foi menos expressiva, com apenas 4,37% de aumento. No local, 117 unidades, das 928 existentes, informaram não terem conhecimento para aplicação de produtos usados na agricultura.

Por último, com 374 estabelecimentos utilizando itens como pesticidas, praguicidas, biocidas etc, Bom Jesus da Penha obteve uma redução de 11,79% nos índices. Ainda no município, das 464 unidades, 15 não têm qualquer orientação técnica.

Dados nacionais

Além de um aumento nacional de 20,4% na totalidade de estabelecimentos que disseram usar agrotóxicos, o IBGE expôs um elevado número de analfabetos que aplicam os produtos. Segundo o levantamento, 15,6% dos produtores que utilizam agroquímicos não sabiam ler e escrever e, destes, 89% declararam não ter orientação técnica.

Dos produtores alfabetizados que utilizam agrotóxicos, 69,6% possuem no máximo o ensino fundamental e, entre eles, apenas 30,6% declararam ter recebido orientação para uso. Em relação aos estabelecimentos que declararam utilizar agrotóxicos, 73% tinham menos de 20 hectares de área de lavouras.

Fonte: Portal Onda Sul

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *