• Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Polícia faz operação para fiscalizar preços em supermercados em Minas

Redação17 de setembro de 20202min0
PCMG-fiscaliza-supermercados
A Polícia Civil de Minas Gerais e o Procon-MG (Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor de Minas Gerais) realizaram, nesta quarta-feira (16), uma operação para fiscalizar o aumento dos preços em supermercados

A ação, coordenada pela Delegacia Especializada na Defesa do Consumidor, visitou 10 supermercados da capital mineira analisando os preços de produtos como arroz, óleo e leite, que fazem parte da cesta básica. Os agentes também verificaram as justificativas dos estabelecimentos para a limitação na compra de determinados produtos.

De acordo com a Polícia Civil, os estabelecimentos comerciais estão sujeitos a medidas administrativas determinadas pelo Código de Defesa do Consumidor, e os proprietários podem responder por crime contra a economia popular.

A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil, que não informou se foram detectadas irregularidades ou se algum estabelecimento foi multado.

Alta nos preços

Nas últimas semanas, os preços de diversos alimentos considerados essenciais subiram consideravelmente. Segundo o site Mercado Mineiro, o pacote de arroz subiu 46% na região metropolitana de Belo Horizonte entre abril e setembro deste ano. As justificativas são a alta do dólar, o aumento das exportações e o maior consumo da população, que está ficando mais tempo em casa por causa da pandemia.

Alguns supermercados da capital mineira começaram a limitar o número de pacotes de arroz por cliente. Segundo a Amis (Associação Mineira de Supermercados), a medida é legal e tem o objetivo de evitar o desabastecimento e, consequentemente, uma alta ainda maior nos preços.

Fonte: R7

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *