• Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Nova frente fria muda o tempo no Sudeste do Brasil

Redação4 de fevereiro de 20218min0
O tempo vai mudar no Sudeste do Brasil.

A massa de ar quente e seco começa a perder força sobre a Região, o que vai permitir o avanço de uma nova frente fria, ainda nesta semana.

Nos próximos dois dias, vamos observar a volta das pancadas de chuvas típicas de verão em localidades do Sudeste que estavam sem chuva há vários dias consecutivos.

Este sistema, vai mudar o tempo em São Paulo, Rio De Janeiro , Minas Gerais e Espírito Santo trazendo chuva e ventos fortes. Por conta do ar polar que acompanha a frente fria, as temperaturas vão diminuir no final de semana. Nas praias de São Paulo e do Rio de Janeiro há previsão de ressaca e ondas grandes.

Como fica o tempo?

Nesta quarta-feira, o tempo fica seco sem chuva apenas em áreas do Vale do Jequitinhonha e no nordeste de Minas Gerais. Nas demais áreas do Sudeste, a umidade aumenta o que favorece a formação de nuvens e as pancadas de chuva de moderada a forte intensidade com raios e ventos, principalmente no estado de São Paulo, sul de Minas, no norte e no triângulo mineiro. No oeste de Minas Gerais, divisa com Goiás, o alerta é para temporais.

No Rio de Janeiro e Espírito Santo, o sol brilha forte, faz calor e há uma possibilidade de chuva rápida e isolada. No litoral do Rio de Janeiro, as rajadas de vento ficam entre 50 e 60km/h e no litoral sul capixaba e praias próximas a Vitória , rajadas entre 40 a 50km/h.

Próximos dias

Na quinta-feira (4), com a aproximação da frente fria, o vento sopra moderado em São Paulo com rajadas entre 30 e 50km/h. É um vento quente que vem do interior e faz a temperatura subir no estado. É o aquecimento pré-frontal, anunciando a chegada da frente fria.

Entre quinta e sexta-feira, dias 4 e 5, o tempo vira em São Paulo, no sul e na zona da mata de Minas e no Rio de Janeiro. Veja no mapa abaixo:
Observe a projeção da queda de temperatura nos próximos dias:
Temperatura máxima na quarta-feira, dia 3 de fevereiro, antes da chegada da frente fria e do ar frio ao Sudeste.

Temperatura máxima no sábado, dia 6 de fevereiro, após a chegada da frente fria e do ar frio ao Sudeste do Brasil.

Véspera do final de semana

A sexta-feira já amanhece com chuva em São Paulo, no sul e na zona da mata de Minas e no Rio de Janeiro e a passagem da frente fria, juntamente com a presença de um ciclone extratropical que atua no oceano ao largo do litoral do Rio Grande do Sul, provoca vento forte no litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro. As rajadas de vento chegam a 80km/h.

Atenção para previsão de temporais no leste paulista e no Rio de Janeiro. A chuva será volumosa também na região central de São Paulo.

A frente fria irá influenciar também o fim de semana em outras áreas do Sudeste. Há indicativo de volumes elevados de chuva no centro-sul e leste de Minas Gerais, Rio de Janeiro e no Espírito Santo.

Sobre a Climatempo

Com solidez de 30 anos de mercado e fornecendo assessoria meteorológica de qualidade para os principais segmentos, a Climatempo é sinônimo de inovação. Foi a primeira empresa privada a oferecer análises customizadas para diversos setores do mercado, boletins informativos para meios de comunicação, canal 24 horas nas principais operadoras de TV por assinatura e posicionamento digital consolidado com website e aplicativos, que juntos somam 20 milhões de usuários mensais.

Em 2015, passou a investir ainda mais em tecnologia e inovação com a instalação do LABS Climatempo no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP). O LABS atua na pesquisa e no desenvolvimento de soluções para tempo severo, energias renováveis (eólica e solar), hidrologia, comercialização e geração de energia, navegação interior, oceanografia e cidades inteligentes. Principal empresa de consultoria meteorológica do país, em 2019 a Climatempo uniu forças com a norueguesa StormGeo, líder global em inteligência meteorológica e soluções para suporte à decisão.

A fusão estratégica dá à Climatempo acesso a novos produtos e sistemas que irão fortalecer ainda mais suas competências e alcance, incluindo soluções focadas nos setores de serviços de energia renovável. O Grupo segue presidido pelo meteorologista Carlos Magno que, com mais de 35 anos de carreira, foi um dos primeiros comunicadores da profissão no país.

Assessoria de Comunicação da Climatempo
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *