• Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Minas Gerais amplia vacinação para idosos acima de 80 anos

Redação26 de fevereiro de 20216min0
vacina_ampola_dose_imuniza_profissional_de_saúde_-_Pedro_Gontijo_MG_1137
Ao todo, 357,4 mil doses começam a ser distribuídas nesta sexta-feira (26/2)

Nesta sexta-feira (26/2), o Governo de Minas começa a distribuição, às Unidades Regionais de Saúde (URS), das 220 mil doses da vacina AstraZeneca / Fiocruz (dose 1) e das 137,4 mil da CoronaVac / Butantan (doses 1 e 2) para imunizar idosos acima de 80 anos. Clique aqui para acessar tabela com a relação de vacinas por município.

Segundo as diretrizes do Ministério da Saúde (MS), e em alinhamento com o Conselho Estadual de Secretaria de Saúde de Minas Gerais (Cosems-MG), nesta etapa, a recomendação aos municípios é vacinar todos os idosos entre 85 e 89 anos, que corresponde a 154.721 pessoas. Além disso, devem ser imunizados  24% dos que têm entre 80 e 84 anos, atendendo 64.195 pessoas.

Desta vez, serão vacinados mais 8% dos trabalhadores de Saúde, totalizando 81% desse público.

População idosa

De acordo com o Programa Nacional de Imunização (PNI), riscos de agravamento e óbito por covid-19 foram considerados para definir os grupos prioritários. Os idosos são os mais vulneráveis às internações hospitalares em decorrência da doença. Segundo dados epidemiológicos da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), pessoas acima de 60 anos respondem por 81% das mortes pela doença no estado.

“Vacinar essa população é importante porque são pessoas com maior risco de agravamento pela doença, necessitando de assistência hospitalar, o que aumenta nossa ocupação de leitos por covid-19. Ao vacinar esse grupo, teremos uma redução do agravamento da doença entre idosos e uma diminuição dos números de internados por covid-19”, explica a subsecretária de Vigilância em Saúde da SES-MG, Janaína Passos.

Trabalhadores da Saúde

Além de idosos, estão sendo imunizados, desde o início da campanha, trabalhadores da Saúde. Foram priorizados os que estavam na linha de frente ao atendimento à covid-19. Parte das doses da 5ª remessa de vacinas enviada aos municípios será destinada a imunizar 53.563 profissionais.

Em Minas Gerais, já receberam a primeira dose 67% dos trabalhadores de Saúde e a segunda, 30,5%. Segundo a subsecretária, agora serão vacinados os que têm mais contato com o público externo. Como exemplo, cita os profissionais da Atenção Primária à Saúde, que fazem acompanhamento direto com a população.

Planejamento

Nesta fase, a SES-MG irá manter, como reserva técnica, 10,6 mil unidades (10 mil de AstraZeneca e 600 de CoronaVac), para utilizar nos municípios com piora no quadro epidemiológico, com objetivo de diminuir a pressão sob a assistência hospitalar. A proposta deve ser aprovada ainda nesta sexta-feira no Centro de Operações em Emergências em Saúde Covid-19.

Operação

A maior operação para campanha de vacinação na história de Minas Gerais começou no dia 18/1/2021, data da chegada do primeiro lote de vacinas, quando foram recebidas 577.480 doses de CoronaVac.

Remessas recebidas

1ª remessa: 577.480 doses da CoronaVac em 18/1

2ª remessa: 190.500 doses de AstraZeneca em 24/1

3ª remessa: 87.600 doses da CoronaVac em 25/1

4ª remessa: 315.600 doses da CoronaVac em 7/2

5ª remessa: 220.000 doses de AstraZeneca e 137.400 doses de CoronaVac

 

Estimativa de público-alvo

Idosos ILPI: 38.578 pessoas

Deficientes ILP: 6.648 pessoas*

Indígenas aldeados: 7.074 pessoas

Trabalhadores em Saúde: 606.091 pessoas**

Idosos 90+ : 107.931 pessoas

Idosos 85 a 89: 154.721

Idosos 80 a 84: 64.195***

*De acordo com a população estimada pelos municípios 

**Referente à imunização a 81% desse público 

***Referente à imunização a 24% desse público

Ações

Desde o início da pandemia, o Governo de Minas adotou diversas ações no enfrentamento ao coronavírus, como a aquisição de 1.047 respiradores, ao preço médio mais baixo do país. Isso permitiu que o Estado dobrasse de cerca de 2 mil para quase 4 mil o número de leitos de UTI, muitos deles em municípios que nunca tinham contado com unidades de terapia intensiva.

De forma antecipada, Minas garantiu a compra de 50 milhões de seringas agulhadas, além de 617 refrigeradores. Mais de 21 milhões de seringas agulhadas já chegaram ao estado.

Fonte: Governo de Minas

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *