Preço do álcool sobe 20% em 2021 em MG e pode manter alta com problemas na safra

Redação29 de abril de 20215min0
gasolina12557423
Safra da cana-de-açúcar deste ano foi prejudicada por período mais seco, após recorde da última colheita em Minas

Dependente do combustível para trabalhar, o motorista por aplicativo Deoclides da Costa, 24, tem precisado cortar outras despesas em casa para conseguir abastecer o carro todos os dias. “Estou gastando R$ 100, R$ 110 com etanol diariamente. No ano passado, gastava uns R$ 60, R$ 70. A comida em casa está sendo a mais básica mesmo, sem nada diferente mais, e diminuí o de internet. A gente vai se adaptando com a crise”, descreve. Desde janeiro, o preço médio do álcool aumentou cerca de 20% nas bombas de combustível mineiras, segundo amostragem da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O setor produtivo não prevê queda significativa dos preços neste ano e, com a previsão de uma safra de cana-de-açúcar prejudicada pelo período seco, o valor pode até aumentar.

Janeiro começou com o álcool custando cerca de R$ 3,23 em Minas, de acordo com a ANP, e chegou a abril na média de R$ 3,88. Em abril de 2020, era R$ 2,85. Geralmente, o valor do combustível começa a diminuir em abril, com o início da safra da cana de açúcar, mas, neste ano, isso não tem ocorrido devido, entre outros fatores, a problemas na colheita. “A safra está atrasada. Estamos em um período grande de estiagem. A cana é plantada, colhida, e volta a crescer, mas não cresceu o suficiente desta vez”, diz o economista Mário Campos, presidente da Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig).

A previsão da entidade é colher cerca de 65,5 milhões de toneladas de cana neste ano, após um recorde de 70,8 milhões de toneladas em 2020. Com a oferta reduzida, o valor do combustível tem aumentado: nas últimas quatro semanas, as vendas dos produtores tiveram valorização de 12%, de acordo com Campos. Ao mesmo tempo, a demanda por etanol nos postos segue elevada, como costuma ocorrer quando a gasolina fica mais cara.

“Existe, no Brasil, uma indexação do preço do álcool ao preço da gasolina. Quando o petróleo sobe, a gasolina sobe e o preço do álcool também. Quando a gasolina cai, o álcool tem que cair, porque senão os produtores sabem que não vão ganhar nada”, completa o professor do Ibmec Paulo Casaca.

Álcool pode perder competitividade no final do ano

Tradicionalmente, abastecer com álcool no Brasil compensa caso o valor do combustível seja até 70% do preço da gasolina, já que os veículos costumam performar menos abastecidos com etanol. Em Minas, o preço do álcool continua abaixo desse patamar, em pouco menos de 68%, conforme mostra a ANP, mas o presidente da Siamig não descarta que possa ultrapassá-lo após outubro, na medida em que a entressafra da cana de aproxime.

Com a queda da circulação de carros pelas cidades em 2020 devido à pandemia e a alta do dólar, também se tornou mais vantajoso para produtores direcionarem a cana à produção de açúcar. Em Minas, terceira maior produtora de cana do Brasil, cerca de 40% da cana era direcionada ao açúcar antes da crise sanitária. Agora, ela se divide quase meio a meio com a de etanol, segundo Mário Campos.

Valor do ICMS sobre combustíveis vai cair em maio

A partir do dia 1º de maio, o governo de Minas diminuirá a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o etanol em 8,7%. Na prática, isso significa uma diminuição de R$ 0,06 por litro do combustível, mudança que pode amenizar o valor do álcool na bomba dos postos.

A diminuição do valor do imposto ocorre após o governo do Estado ajustar o Preço Médio Ponderado a Consumidor Final (PMPF) de cerca de R$ 4,33 para R$ 3,96. A diminuição do imposto sobre o álcool, entretanto, não compensa os sucessivos aumentos que ocorreram neste ano, e a cobrança por litro ainda será quase 22% maior do que no começo de janeiro de 2021. A incidência do ICMS sobre a gasolina também terá uma queda no valor, porém mais discreta, de somente 0,8%.

Fonte: O Tempo

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *