Secretário de Saúde de Minas alerta para ritmo de casos de COVID

Redação17 de maio de 20214min0
20210517103802501125a
Nesta segunda, Fábio Baccheretti disse que número de casos nas regiões preocupa. Secretário também falou sobre perspectiva da vacinação até dezembro

secretário de estado de Saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, deu um panorama sobre a situação da COVID-19 em Minas e voltou a falar sobre as perspectivas da vacinação contra o coronavírus nesta segunda-feira (17/5).

Em entrevista à Rádio Itatiaia nesta manhã, ele foi questionado sobre a possibilidade de retomada da Onda Roxa, fase mais restritiva do programa Minas Consciente, em algumas regiões do estado.

“Nesse momento ainda não, mas tem algumas regiões que vêm nos chamando atenção de forma positiva e outras de forma negativa. As regiões Leste, Vale do Aço, Norte e Jequitinhonha são regiões que estão caindo a incidência de forma sistemática. Mas, algumas regiões como a Triângulo do Sul, próximo de Uberaba, e a Região Sul de Minas vêm nos preocupando pelo número de casos novos e número de pacientes aguardando internação”, detalhou Fábio Baccheretti.

“Então, estamos fazendo forças-tarefas no estado buscando entender por que esses municípios, essas regiões, estão diferentes de outras para que a gente consiga orientar a população, orientar o município na melhor conduta para que a gente não precise voltar para a Onda Roxa”, explicou o secretário.

Na última quinta-feira (13/5), em entrevista coletiva, Baccheretti falou que a estimativa é de que toda a população mineira acima de 18 anos seja vacinada até dezembro. Hoje, ele voltou a comentar a questão, dizendo que essa expectativa tem base na previsão de doses a serem encaminhadas ao estado pelo Ministério da Saúde, mas que atrasos podem interferir.

“Se não houver, obviamente, uma piora na distribuição. Todo mês a gente vê uma redução do que é previsto. Agora remos o problema da Butantan em relação ai IFA (ingrediente farmacêutico ativo da Coronavac), mas temos um novo contrato agora que o governo federal fez com a Pfizer a partir de setembro. Estamos nessa expectativa. Espero realmente que isso aconteça porque o que é previsto é que a gente consiga vacinar todos até o final do ano”, pontuou o secretário.

Boletim

Divulgado nesta manhã, o boletim da Secretaria de Estado de Saúde mostra que Minas Gerais já soma 1.465.668 casos de COVID-19, 2.125 deles confirmados nas últimas 24 horas. Já o número de pessoas que morreram da doença é de 34.557, sendo 49 desses óbitos registrados entre domingo e esta segunda. Há 76.387 casos em acompanhamento e 1.351.724 pessoas se recuperaram.

Fonte: Estado de Minas

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *