Covid afetou a fertilidade?

Redação23 de setembro de 20213min0
Infertilidade
O efeito é transitório e deve melhorar em pouco mais de seis meses.

Uma recente pesquisa da USP, divulgada no início de setembro, mostrou que a Covid pode afetar os testículos e a qualidade dos espermatozóides, mas a Dra Adriana de Góes, ginecologista e especialista em reprodução humana, explica que – na maioria dos casos – o efeito é transitório e deve melhorar em pouco mais de seis meses. A especialista alerta ainda que é preciso ficar de olho e fazer exames períodicos para acompanhar a evolução do caso. 

A Dra Adriana pode explicar melhor como e porque a Covid afeta a fertilidade masculina, se também ocorre com as mulheres e o tratamento para quem sofrer a sequela. 

Fonte: Formada em medicina pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, a Dra. Adriana de Góes é referência em reprodução humana e especialista em fertilização in vitro, inseminação artificial e trombofilias. Mestre em Ginecologia Obstetrícia e Doutora na área de Tocoginecologia, pela Unicamp, a profissional tem cursos e experiência internacional, inclusive na IVI Foundation and IVI Clinic, em Valência, na Espanha. Além disso, faz parte da Sociedade Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, da Sociedade Americana de Imunologia da Reprodução e da Sociedade Americana e Europeia de Reprodução Assistida. É autora de quatro livros sobre o tema, com o mais recente, Infertilidade e Gravidez – tudo o que você precisa saber sobre reprodução humana assistida, tendo sido lançado em agosto deste ano. 

Links: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/andr.12896

http://www.iea.usp.br/noticias/sars-cov-2-afeta-testiculos-reduzindo-hormonios-e-qualidade-dos-espermatozoides-apontam-estudos

por agenciacasa9.com.br

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *