110 mil doses de vacina contra a COVID-19 para crianças chegam a Minas

Redação14 de janeiro de 20225min0
vacina_61015b7ec746f
110.000 doses chegaram ao Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, às 9h45. Segundo a SES, a distribuição das vacinas para as cidades será hoje

O lote de vacinas pediátricas da Pfizer para imunizar crianças de 5 a 11 anos contra a COVID-19 chegou ao Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na manhã desta sexta-feira (14/1), às 9h45.

O voo que traria as doses, previsto para às 8h15 desta sexta-feira (14/1), foi cancelado, mas as vacinas vieram em novo horário.

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informou que vai começar a distribuir as 110 mil doses da vacina pediátrica na tarde desta sexta-feira. Ainda segundo o órgão, os municípios já poderão iniciar a vacinação nesta tarde.

O voo com o lote de vacinas saiu do Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP) com destino ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Grande BH. O painel da BH-Airport confirmava a chegada do voo na manhã desta sexta-feira.

Painel da BH-Airport confirmando voo na manhã desta sexta-feira
Painel mostra voo confirmado na manhã desta sexta-feira(foto: BH-Airport/Divulgação)
Estas são as primeiras doses de vacina contra COVID-19 para crianças 5 a 11 anos recebidas no estado. A estimativa é que todas as 110 mil doses do imunizante da Pfizer sejam entregues às Unidades Regionais de Saúde até este sábado (15/1).

O estado de Minas Gerais espera receber 370 mil ainda neste mês. De acordo com o secretário de estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, as outras remessas estão previstas para o dia 20 e 27.

Ainda segundo Baccheretti, Minas tem 1,8 milhão de crianças de 5 a 11 anos. A expectativa é de que todas elas recebam a primeira dose do imunizante até o final de março.

Aprovação e regras 

A imunização para crianças foi aprovada pela Anvisa no dia 16 de dezembro, após análises técnicas e adaptações para a inclusão do público no quadro de vacinação.

De acordo com a Pfizer, a dosagem para crianças é ajustada e menor do que a aplicada em maiores de 12 anos. Os frascos são diferenciados pela cor como medida preventiva para não ocorrer aplicação errada.

O esquema vacinal será com duas doses, com intervalo de oito semanas entre as aplicações. A criança deverá se vacinar acompanhada dos pais ou responsáveis com uma autorização por escrito.

A ordem de vacinação seguirá um protocolo predeterminado, como correu com os demais públicos: crianças com comorbidades e deficiências permanentes; indígenas e quilombolas; depois todo o público de 5 a 11 anos, iniciando pelos mais velhos e seguindo em ordem decrescente de idade.

Fonte: Estado de Minas

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *