• muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br

Educação define rumos da greve após veto de Zema a reajuste ser derrubado

Redação12 de abril de 20222min0
ezgif-3-7404480467
ALMG manteve no texto a aplicação do reajuste de 33,24% do piso salarial nacional à educação básica, até então vetado pelo governador

O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) voltarão a reunir, nesta terça-feira (12), às 16h, para definir os rumos da greve conduzida pela categoria desde 9 de março. O Sind-UTE/MG deve propor aos trabalhadores da Educação o fim do movimento após a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) derrubar, nesta terça, o veto parcial do governador Romeu Zema (Novo) ao reajuste adicional de 33,24% à categoria.

O percentual diz respeito à atualização do piso salarial nacional da educação básica, anunciada pelo governo Jair Bolsonaro (PL) ainda em janeiro último. A aplicação do reajuste sobre os vencimentos dos profissionais da educação básica de Minas Gerais é a principal reivindicação do movimento grevista.

O percentual será garantido aos trabalhadores da Educação caso o texto aprovado pelo plenário da ALMG seja promulgado por Zema ou pelo presidente da Casa, Agostinho Patrus (PSD).

Outro pleito em pauta da assembleia do Sind-UTE/MG será a anistia aos trabalhadores em greve. Assim como o reajuste de 33,24%, o salvo-conduto foi mantido no projeto de lei após a derrubada do veto parcial de Zema.

Fonte: CNN

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *