• muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br

Pílula que combate a ressaca promete reduzir os efeitos do álcool no organismo. Entenda

Redação6 de julho de 20224min0
ezgif-1-ba9adb75f1
Com o remédio, álcool é decomposto no intestino em substâncias não tóxicas, ao contrário do que acontece quando a bebida é processada no fígado

ressaca pode estar com os dias contados. É o que promete o remédio Myrkl, disponibilizado para compra no Reino Unido desde a última segunda-feira (4/7). O medicamento pode diminuir em até 70% incomôdos como dor de cabeça, vômitos, boca seca, sede, enjoo e mal estar geral, entre outros, como muitas vezes acontece no dia seguinte da ingestão de bebidas alcoólicas, principalmente se em doses elevadas.

O fármaco é desenvolvido pela farmacêutica sueca Faire Medical, em conjunto com o Instituto de Ciência e Saúde Pfützner, da Alemanha. O mecanismo do remédio consiste em transformar o álcool que resta no organismo do indivíduo, depois de beber, em compostos não tóxicos, a partir da ação de microrganismos contidos na fórmula.

Com o uso do remédio, o álcool, que normalmente seria decomposto pelo fígado em acetaldéido (substância que produz ácidos tóxicos ao corpo, provocando a ressaca), passa a ser processado pelo intestino.

O Myrkl, segundo a fabricante, libera uma variedade de bactérias do tipo bacillus, assim como o aminoácido L-cisteína, que fazem com que o álcool seja convertido em água e gás carbônico, e não em acetaldeído. Os microrganismos também possuem vitamina B12, uma ajuda adicional para revigorar o corpo depois do estado de embriaguez.

O fármaco é lançado no contexto da cultura britânica, em que beber socialmente é um hábito. O remédio intenciona ajudar os amantes da bebida, sejam pais, jovens, idosos ou trabalhadores, que querem ter uma vida social ativa, sem os efeitos nocivos da bebida, como informa representantes da empresa responsável pelo desenvolvimento do produto.

Como funciona

A indicação é que a medicação seja consumida em dois comprimidos, uma hora antes de beber. O efeito do remédio, que se inicia logo após a ingestão, segue por 12 horas no corpo. Com 30 minutos depois do consumo de bebida alcoólica, a redução da concentração do álcool no sangue chega a 50%.

A eficácia do Myrkl foi testada em estudos promovidos pela fabricante. Ficou constatado que pessoas que beberam duas taças de vinho, ingerindo antes as pílulas, absorveram 70% menos álcool, no paralelo com quem não tomou.

O produto, que também pretende favorecer a energia e a imunidade dos usuários, só é encontrado para aquisição na internet, pelo endereço eletrônico da marca. Uma caixa contendo três unidades de remédio custa pouco mais que R$ 190 (30 libras). Tamanho é o benefício prometido que os remédios já se esgotaram no Reino Unido.

Fonte: BBC News

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *