• muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com

Covid-19: Baixa adesão da vacinação em crianças prejudica calendário vacinal em Minas

Redação13 de julho de 20224min0
vacina_criança_234508970789
Secretário de Saúde diz que fake news e movimentos antivacinas prejudicam campanhas no Estado; Baccheretti quer ampliar o público da 4ª dose

A baixa adesão da vacinação de Covid-19 em crianças tem preocupado o Governo de Minas. Em entrevista para o Café com Política, do programa Super N1ª edição, da Rádio Super 91,7, o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, afirmou que a pouca procura pela imunização contra o coronavírus para crianças está afetando todo o calendário de vacinação infantil.

“Sarampo, por exemplo, em crianças não ultrapassamos 65%. A nossa meta é 90%. Poliomielite, gripe, triplice viral também não estamos batendo a meta”, alertou o secretário sobre a pouca adesão em outras campanhas de vacinação. Baccheretti afirmou que apenas 47% das crianças receberam doses da vacina de Covid-19 em Minas Gerais.

Segundo o secretário, a pouca adesão é consequência das fake news e de movimentos antivacinas. Ele teme que as informações falsas possam  criar resistências diante da possibilidade de ser vacinado e prejudicar as campanhas. “O sarampo, por exemplo, já foi erradicado no país. Estamos voltando a ter casos porque os pais não estão levando os filhos para vacinar”, disse.

Questionado por um ouvinte sobre um possível surto de meningite no Estado, o secretário descartou a possibilidade. No entanto, afirmou que, diante de alguns novos casos, é um problema que precisa

“É algo que precisamos discutir porque temos vacina pra meningite”, justificou. A meningite é uma doença causada por bactérias ou vírus e que atinge, principalmente, crianças menores de 5 anos. Nesta quarta-feira, Belo Horizonte deu nesta quarta-feira (13) início a vacinação contra a Meningite C para crianças de até 10 anos de idade que ainda não tenham recebido o imunizante e também para trabalhadores da Saúde. A vacina está disponível nos 152 Centros de Saúde da capital.

Secretário de Saúde solicita 4ª dose da COVID e quer ampliar público

O secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, revelou que os secretários das pastas estaduais já solicitaram ao Ministério da Saúde mais vacina de Covid-19 para a aplicação da 4ª dose. Baccheretti afirmou que a solicitação é em virtude das novas variantes e disse que o aumento de casos no Estado também era esperado por causa da sazonalidade da doença. Ele disse ainda que apesar do pedido a pandemia está controlada em Minas Gerais.

Baccheretti disse que, se atendido pelo Ministério da Saúde, poderá ampliar a 4ª dose para novos públicos e que crianças de 3 a 5 anos poderão ser incluídas. Para ele, a modificação frequente do vírus faz com que a duração da imunização dure por um tempo menor, assim como ocorre com a vacina da gripe. “Como a imunidade vai aumentando aos poucos, acredito que no próximo ano uma ou duas doses sejam suficientes”, concluiu.

Fonte: O Tempo

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *