• Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br
  • loja.muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Emissão da nova carteira de identidade é adiada em Minas

Redação4 de dezembro de 202310min0
cni-nova-identidade-1
Além da nova data, a nova Carteira de Identidade Nacional manterá as distinções de nome de registro e nome social e campo sexo

A expedição da nova Carteira de Identidade Nacional (CIN), que estava programada para o dia 6 de novembro, enfim vai começar a ser emitida na próxima quarta-feira, dia 6 de dezembro, em todos os Postos de Identificação no estado -é o que afirma a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG).

Segundo o decreto 11.429/2023, a nova identidade deveria ser implementada até o dia 6 de novembro em todos os estados brasileiros e a PCMG informou que no estado não haveria prorrogação. Porém, foi adiada por um mês.

Para solicitar a emissão da carteira de identidade, é necessário realizar o agendamento pelo site do Governo de Minas ou por aplicativo de celular, ou tablet. Entretanto, em redes sociais, usuários estão reclamando que não está sendo possível agendar a expedição da nova carteira.

“Há muitos meses aparece que a nova Carteira de Identidade está sendo produzida. Porém, quando acessamos e tentamos agendar, vem um aviso enorme dizendo que NÃO é a nova”, afirma. Outra reclama: “Minas Gerais ainda não está fazendo a Carteira de Identidade Nacional”, diz.

print de uma tela de computador com uma mensagem

Ainda não é possível realizar o agendamento da nova carteira

Governo Estadual/Reprodução

 

A PCMG recomenda que a população “não precise correr para fazer a nova identidade, já que o documento atual permanece válido até 2032”, afirmam. Sendo assim, não é obrigatório a troca para a nova Carteira de Identidade Nacional.

Volta do campo sexo e nome

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) anunciou que a nova carteira de identidade teria mudanças no layout, para tornar o documento mais inclusivo e representativo. O novo documento deveria ser impresso sem o campo referente ao sexo e constará apenas NOME (o qual a pessoa declara no ato da emissão), não havendo mais a distinção entre nome social e nome do registro civil.

Entretanto, em decreto publicado na semana passada no Diário Oficial da União, fica mantido a distinção dos campos “nome de registro” e “nome social” na nova Carteira de Identificação. Além disso, será mantido o campo “sexo”.

Decisão que não foi aprovada por representantes de pessoas LGBTQIA+. Como afirma a Deputada Federal Erika Hilton na rede social X, antigo Twitter.

Outras mudanças ficaram mantidas, como o Registro Geral (RG) que será retirado do novo documento, ficando o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) como identificação única. “Com a nova identidade, a probabilidade de fraudes é menor, visto que antes era possível que a mesma pessoa tivesse um número de RG por estado, além do CPF”, aponta o MGI.

A nova carteira apresenta ainda um QR Code, que permite verificar sua autenticidade do documento, bem como saber se foi furtado ou extraviado, por meio de qualquer smartphone. Conta ainda com um código de padrão internacional chamado MRZ, o mesmo utilizado em passaportes, o que o torna ainda um documento de viagem.

Prazo de validade

O prazo de validade do novo documento varia conforme a idade da pessoa:

0 a 12 anos – validade de 5 anos.
12 a 60 anos – validade de 10 anos.
Acima de 60 anos – validade indeterminada.

Como emitir a nova carteira de identidade?

Para solicitar a emissão da carteira de identidade, é necessário realizar o agendamento por meio do site do Governo de Minas ou por aplicativo de celular, ou tablet. Posteriormente, o requerente deve se dirigir aos Postos de Identificação da Polícia Civil portando os documentos necessários. No mesmo site é possível acessar os endereços e horários de funcionamento de todos os postos do estado.

Quais documentos levar?

Certidão de nascimento e casamento, sendo original ou cópia autenticada em cartório de notas, legível, sem rasgos, emendas ou rasuras que comprometam a originalidade do documento. Não é mais necessário levar fotos 3×4, já que a fotografia será tirada no momento do atendimento.

Quanto vai custar?

A primeira emissão da carteira de identidade no estado é gratuita.

Para as demais vias da carteira de identidade é cobrado o valor de R$ 100,74. O requerente deverá recolher a taxa de segurança pública por meio do Documento de Arrecadação Estadual (DAE).

E quem não pode pagar?

A Polícia Civil disponibiliza a carteira de identidade nos formatos físico e digital. A partir do documento impresso (físico), é possível gerar a versão digital via aplicativo RG Digital MG (RG Minas Gerais), disponível nos sistemas Android e IOS. O app também possibilita a validação do documento através do QR Code existente na carteira de identidade física.

A isenção da taxa acontece nos seguintes casos:

Furto e roubo, mediante apresentação do Boletim de Ocorrência, dentro do prazo máximo de 60 dias da data do fato.

Cidadão hipossuficiente, desde que apresente a folha resumo emitida pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou o comprovante de inscrição no CadÚnico, obtido pela internet, sendo em ambos os casos observada a faixa de renda, e ainda pode ser apresentado comprovante de qualquer benefício social em nome do requerente.

Quanto tempo demora para ficar pronta?

O prazo para emissão e entrega do documento é de até sete dias úteis. Elas serão entregues pelos Correios no endereço informado pelo cidadão no momento do atendimento no Posto de Identificação.

Quantas carteiras de identidade foram emitidas em Minas?

A PCMG afirma que nos primeiros cinco meses deste ano foram emitidas 670 mil carteiras de identidade em Minas Gerais. O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos diz que até abril, mais de 460 mil carteiras de identidades físicas foram emitidas no país e mais de 330 mil baixadas no aplicativo GOV.BR.

Fonte: Estado de Minas

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *