• muzambinho.com.br
  • loja.muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Grupo SOS Chuvas é criado pelo MPMG para socorrer cidades mineiras

Redação19 de janeiro de 20245min0
alagamento-chuva-34287523940
O Ministério Público, o Governo de Minas e outros órgãos assinaram um memorando que organiza o atendimento imediato dos voluntários à população e pretende melhorar o gerenciamento do recebimento e distribuição das doações

O Ministério Público de Minas (MPMG), a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, o Gabinete Militar do Governo de Minas, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, o Serviço Social Autônomo (SERVAS) e a Cruz Vermelha Brasileira – filiada Minas Gerais – assinaram, na tarde desta quinta-feira (19), um memorando de entendimento, que estabelece a cooperação entre as instituições, para a realização da Campanha SOS Chuvas 2023/2024.

A campanha promove a captação de recursos e organiza a coleta de doações, que serão destinadas ao atendimento às pessoas que foram colocadas em situação de calamidade pública em razão das chuvas no estado. Este é o segundo ano que os órgãos assisam o termo de colaboração. Todos as doações recebidas serão depositadas em um fundo próprio. A Defesa Civil fica responsável por direcionar os atendimentos para as vítimas e áreas a serem visitadas.

O Ministro Público destacou a importância de se solucionar, o mais rápido possível, o que a instituição chama de “problemas crônicos”, que atingem diversas regiões do estado durante o período chuvoso. O órgão também cobrou mais ações nacionais para proteger as pessoas que estão em áreas de risco ambiental. Para o procurador Geral de Justiça do Estado, Jarbas Soares Júnior, o memorando cria mecanismos que melhoram o acolhimento às vítimas. “Unimos nossas competências, conhecimentos e estruturas. E o Ministério Público é uma ferramenta importante para determinadas medidas que o Estado não consegue adotar”.

A vice-presidente da Cruz Vermelha Brasileira, afiliada Minas Gerais, Márcia Andrade, destacou a importância da assinatura do memorando, como forma de fortalecer o projeto SOS Chuvas. “O que temos aqui hoje é a união de órgãos comprometidos em ajudar aqueles que mais precisam”, destacou.

O coordenador Estadual da Defesa Civil do Estado de Minas Gerais, Carlos Frederico Otoni, reforçou a importância do SOS Chuvas para o trabalho da Defesa Civil durante o período emergencial. “A experiência do ano passado ela foi muito positiva e vamos conseguir ampliar o atendimento para aqueles que precisam”, disse.

Doações para o SOS Chuvas

Uma das ações do memorando é a criação e distribuição do cartão humanitário. Segundo a Cruz Vermelha, a iniciativa fomenta a economia das áreas atingidas e melhora a logística de distribuição dos donativos e “dá autonomia às famílias na aquisição dos itens de que realmente necessitam”.

No passado, quando a parceria surgiu, o SOS Chuvas atendeu mais de 43 mil pessoas em 50 municípios. A expectativa, neste ano, é aumentar o número de mineiros atendidos.

As doações de itens físicos (alimentos não perecíveis, produtos de higiene pessoal e limpeza, água e colchões)  podem ser entregues na sede do Servas (Av. Cristóvão Colombo, 683 – Funcionários, de segunda a sexta-feira, no horário das 7h às 18h). As doações monetárias deverão ser realizadas via PIX, para uma conta específica da campanha: chave PIX [email protected]

Governo Mapeia áreas de Risco

De acordo com a secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Elizabeth Jucá, o Governo de Minas iniciou um trabalho de mapeamento das áreas de risco no Estado. Segundo a chefe da Pasta, até o momento, cerca de 200 cidades entraram na lista dos municípios mais afetados pelas chuvas. Este estudo permitirá a criação de ações estratégicas conjuntas com as prefeituras e Defesa Civil.

Fonte: O Tempo

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *