• Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br
  • loja.muzambinho.com

Eclipse solar total de 2024 será impressionante, mas também ‘caótico’; entenda

Redação27 de março de 20248min0
eclipse-23663
No dia 8 de abril de 2024, está marcado para acontecer o próximo eclipse solar total, visível para residentes da América do Norte.

Os eclipses solares totais são considerados fenômenos mais raros, pois acontecem em regiões especificas quando a Lua, a Terra e o Sol ficam aparentemente alinhados e causam o efeito do bloqueio total do Sol — a duração é de aproximadamente quatro minutos.

Em média, esses eventos só ocorrem nos mesmos lugares a cada 375 anos. Por exemplo, no Brasil, a última vez que ocorreu um eclipse solar total foi em novembro de 1994, enquanto o próximo só deve acontece em agosto de 2045.

O próximo eclipse solar total está sendo considerado um evento ainda mais raro do que o convencional, já que pode coincidir com o máximo solar. A cada 11 anos, o Sol passa por um ciclo solar que se torna mais intenso até chegar ao máximo solar, e esse período está previsto para ocorrer entre 2024 e 2025.

“Durante o eclipse de 2024, o Sol estará no máximo solar ou próximo a ele, quando o campo magnético se parecerá mais com uma bola de pelo emaranhada. As serpentinas provavelmente serão visíveis em toda a coroa. Além disso, os espectadores terão uma chance melhor de ver proeminências — que aparecem como cachos ou laços rosa brilhantes saindo do Sol”, Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço dos Estados Unidos (NASA) descreve em uma publicação.

Algumas autoridades nos Estados Unidos emitiram alerta de emergência para aqueles que estão se programando para assistir ao evento. Em partes do país, mensagens do governo sugerem que as pessoas estoquem alimentos, água e gasolina para evitar maiores problemas.

Mas exatamente por que o eclipse solar total é tão perigoso e pode se tornar caótico? Para responder essa questão, nós reunimos informações oficiais do governo norte-americano e de especialistas da área.

O belo evento astronômico que pode virar uma dor de cabeça

Um alerta do condado de Lorain, nos EUA, afirma que as autoridades prevem multidões durante o eclipse solar total. Eles também pediram para os residentes da região se preparem para possíveis problemas envolvendo pistas cogestionadas, hospitais cheios, redes de celulares interrompidas, entre outros.

Conforme é explicado no site do condado de Lorain, a preparação envolve estocar gasolina, comidas, bebidas, evitar qualquer compromisso desnecessário marcado para o dia 8 de abril de 2024 e desmarcar viagens planejadas durante o período.

Mas afinal, está previsto algum tipo de apocalipse? A resposta mais simples é: não. O que acontece é que a região quer evitar qualquer tipo de congestionamento caótico durante o evento.

“O que poderíamos ter aqui são multidões às quais não estamos acostumados. Não estamos preparados em termos de infraestrutura para isso, não temos estradas”, disse um porta-voz do condado de Lorain, Dave Freeman, em uma mensagem ao site USA Today.

Como é um evento natural raro, é provável que muitas pessoas viajem para áreas rurais a fim de observar o fenômeno em um céu mais limpo. Por isso, o condado está sugerindo aos seus residentes que se preparem para qualquer tipo de problema que possa envolver o congestionamento da região.

Os especialistas afirmam que o excesso de pessoas não será só um problema de Lorain, outros locais dos Estados Unidos também devem passar por problemas semelhantes. É esperado que milhões de pessoas viajem para locais onde a observação do eclipse solar total é melhor, contudo, essas regiões não estão preparadas para receber tantas pessoas.

“Em todo o país, as rodovias interestaduais próximas ao caminho da totalidade sofreram congestionamentos de tráfego logo após o eclipse, com tempos de viagem mais longos do que o normal nas rodovias interestaduais. Por exemplo, viagens de Casper, Wyoming, para Denver, Colorado — normalmente uma viagem de 4 horas — levou 10 horas ou mais. O congestionamento de tráfego nas rotas interestaduais rurais durou até 13 horas após o eclipse [de 2017]”, disse o consultor de engenharia de transporte do Transportation Research News, Jonathan Upchurch, ao site IFLScience.

Máximo solar e o risco de pane nas telecomunicações

Como o eclipse pode ocorrer durante o período de máximo solar, os especialistas afirmam que o ano de 2024 pode ser marcado por um grande apagão da internet e outros problemas envolvendo redes elétricas. É claro que isso poderia acontecer em outro momento do ano, ou até mesmo não acontecer.

Recentemente, a Polícia do Estado de Nova York emitiu um alerta sugerindo que o próximo eclipse solar total também deve afetar as redes de celulares em regiões com a melhor visibilidade para observar o fenômeno. O uso excessivo de celular e internet móvel será responsável por essa possível pane nas telecomunicações.

Algumas operadoras norte-americanas já se pronunciaram sobre os possíveis problemas envolvendo o eclipse, e afirmam que estão reforçando suas redes para evitar lentidão ou outros efeitos causados pelo congestionamento.

“A T-Mobile está trabalhando lado a lado com as autoridades estaduais e locais para lidar com o aumento previsto no tráfego de rede e garantir conectividade perfeita para todos. Seja enfrentando grandes influxos no uso de dados ou alta demanda, nossa rede — que é a maior, mais rápida e mais premiada do país — tem cobertura para todos”, disse o presidente de tecnologia da T-Mobile, Ulf Ewaldsson.

Fonte: TecMundo

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *