• Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br
  • loja.muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Jovens de 20 a 29 anos são os que mais morrem nos acidentes de trânsito em Minas

Redação7 de maio de 20244min0
foto-capa-transito451
Levantamento elaborado pela Secretaria de Estado de Saúde analisou dados de 2015 a 2023

Os mineiros de 20 a 29 anos são os que mais perdem a vida após acidentes de trânsito em Minas. A faixa etária representa mais de 20% dos óbitos ocorridos de 2015 e 2023, conforme dados divulgados nesta terça-feira (7) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). O relatório integra as ações do Maio Amarelo, mês de conscientização sobre a segurança viária.

Nos últimos oito anos, 31.290 mortes foram causadas por Acidentes de Transporte Terrestre (ATT) no Estado – média de 10 por dia. Os homens representaram 81%, ou seja, o risco de morte de um condutor do sexo masculino é 4 vezes maior do que o de uma mulher.

Ainda de acordo com o levantamento da SES, entre 2015 e 2023, o número de óbitos por acidentes de trânsito foi maior em ocupantes de automóvel e caminhonete – os dados separados por tipo de veículo não foram informados -, totalizando 11.831 vítimas, seguido por motocicletas, com 7.304.

Na distribuição dos óbitos pelo Estado, o levantamento aponta que a Unidade Regional de Saúde (URS) de Patos de Minas apresentou a maior taxa proporcional, com 28,6 mortes por 100 mil habitantes, seguida pelas regionais de Sete Lagoas (24,9/100 mil), Manhuaçu (23,2/100 mil) e Montes Claros (22,4/100 mil).

Ainda segundo a SES, no mesmo período, mais de 211 mil vítimas precisaram de internação hospitalar no Estado.

Coordenadora de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis da SES-MG, Sandra de Souza, reforça que para evitar acidentes e reduzir as lesões e mortes, é importante falar sobre as mudanças de comportamento das pessoas. “Todos devem observar e respeitar as sinalizações das vias e refletir sobre mudança de comportamento no trânsito”, diz.

“Os ocupantes dos veículos devem usar o cinto de segurança e sempre dar preferência de passagem aos pedestres. Os motociclistas e ciclistas devem usar os equipamentos de proteção adequados como o capacete bem ajustado à cabeça, além de roupas e calçados que possam proteger o corpo e, para os ciclistas, é necessário, também, o uso de roupas que facilitem a visualização na via”, exemplifica Sandra.

Fonte: Hoje em Dia

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Aki Tem Muzambinho

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *