• Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Jovem esfaqueada por ex-namorado em Alfenas foi salva por militar aposentado

Redação4 de fevereiro de 20197min0
militar
Homem é preso por tentativa de feminicídio em Alfenas

Sargento aposentado dos bombeiros ajudou a salvar jovem de agressor em Alfenas (MG) — Foto: Marcelo Rodrigues/EPTV

A jovem que foi esfaqueada pelo namorado dentro da casa dele, no último sábado (2), em Alfenas (MG), foi salva por um sargento do Corpo de Bombeiros aposentado. A vítima, de 20 anos, foi agredida a facadas pelo homem que não aceitava o fim do relacionamento. O agressor, de 42 anos, foi preso e a jovem está internada e segue estável.

O militar havia acabado de chegar em casa quando ouviu os gritos de socorro da jovem, que era agredida na garagem da casa do ex-namorado. “Fazia uns 5 ou 10 minutos que eu estava dentro de casa. Começou o pedido de socorro que eu escutei. Saí na rua e percebi que era daqui da garagem. Quando cheguei, já estava acontecendo”, contou Alexandre José Silva.

Agressões

O portão estava trancado. Alexandre tentou falar com o homem, mas não foi ouvido. “Eu tentei pedir pra ele parar e ele não parava”. O militar então buscou uma arma e atirou contra o cadeado do portão.

“Foi um tiro só. Acertei o cadeado e consegui entrar. Ela estava deitada no chão. Quando abri o portão, nós puxamos ela pra fora, tinha um pessoal que já estava me ajudando. Conseguimos colocar ela no passeio. Aí eu entrei pra poder conter ele lá dentro”, detalhou.

Segundo o sargento aposentado, o agressor não reagiu ao ser abordado. “Não esboçou reação nenhuma. Só soltou a faca no chão. Perguntou se eu ia matar ele, eu falei que não, que eu estava ali pra proteger a integridade dele e socorrer a menina”, explicou Alexandre.

O resgate

Um vídeo gravado por um jornal local mostra o resgate da jovem. “A vítima encontrava-se em estado grave, e estado de choque. Tendo em vista os cortes na região da mandíbula, do tórax, e houve grande sangramento”, explicou o militar do Corpo de Bombeiros, Miller da Guia Almeida.

O ex-namorado foi preso ainda no imóvel. Ao entrar na viatura, foi hostilizado por populares.

Emocionado, o pai agradeceu ao militar aposentado que salvou a vida da filha. “Salvou a minha filha. Se não fosse ele, vou te contar”, disse Camilo Antônio de Lima Santos.

Relacionamento

Segundo a família, os dois namoravam há pouco mais de um ano. O homem se mudou para a casa, no bairro Jardim América II, há cerca de quatro meses. Após a mudança, segundo o pai da vítima, ele começou as agressões contra a jovem, inclusive com ameaças de morte.

“Ela não queria voltar com ele mais. Aí ele sempre ameaçando ela, querendo pegar nossa família. Ele chamou ela aqui na casa dele. Ela chegou, ele puxou pra dentro, trancou o portão e começou a esfaquear”, contou o pai da jovem.

A vítima foi internada no Hospital Alzira Velano. Segundo o pai, ela teve perfuração em um dos pulmões e está internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI). O estado de saúde é estável.

Conforme a polícia, o preso já tinha passagens por ameaça de morte a outra namorada em dezembro de 2017. Com esse caso, no Sul de Minas já são três tentativas e um assassinato de mulheres em 2019.

Fonte: G1 Sul de Minas – EPTV

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *