• Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Plano “Cozinha Mineira” está aberto para consulta pública

Redação27 de outubro de 20203min0
Acervo_Secult
Objetivo é criar e promover políticas públicas para o desenvolvimento da gastronomia no estado

Governo de Minas quer contar com a participação popular na criação do Plano Estadual de Desenvolvimento da Gastronomia Mineira. Para tanto, abriu consulta pública para receber sugestões relacionadas a iniciativas na área. O prazo para participar vai até 8/12.

Conhecido como “Cozinha Mineira”, o plano vai articular iniciativas do poder público, setor privado e sociedade civil organizada com objetivo de criar e promover políticas públicas para o fomento, posicionamento e fortalecimento da gastronomia como setor estratégico de desenvolvimento socioeconômico em Minas Gerais.

Participação

O documento apresentado na consulta foi elaborado pelo grupo gestor do Programa Estadual de Desenvolvimento da Gastronomia Mineira (PEGM) e é resultado do debate, contribuições e troca de informações realizados ao longo dos últimos nove meses. Engloba, ainda, a revisão da primeira versão do Plano Estadual de Desenvolvimento da Gastronomia, cujo prazo compreende os anos de 2018 a 2021.

O secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, reforça a importância de promover a cozinha mineira. “O plano traça, de forma prática, caminhos e metas com relação ao desenvolvimento da gastronomia como produto turístico de excelência, inclusive sob a perspectiva do marketing”, argumenta.

Oliveira destaca que a revisão do Plano consolida um esforço conjunto que já conquistou  avanços nos últimos anos, trazendo uma nova perspectiva, “a da cozinha mineira como bem imaterial, patrimônio imaterial do estado”.

Após realização da consulta, a previsão é para que a versão final do Plano Estadual de Desenvolvimento da Gastronomia seja publicada ainda em 2020.

É importante salientar a relevância estratégica da gastronomia para Minas Gerais a promoção da cozinha mineira, uma vez que toda sua cadeia produtiva, assim como as questões sociais e culturais correlacionadas a ela, afetam fortemente a qualidade de vida do mineiro e apresentam diversas oportunidades de geração de renda, trabalho, desenvolvimento social e econômico.

Fonte: Agência Minas

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *