• Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br

COVID-19: clínicas privadas começam a aplicar vacinas da AstraZeneca

Redação31 de maio de 20224min0
ezgif-2-206e463bc3
Público-alvo serão pessoas que desejam reforçar a dose e aqueles que futuramente possam não entrar na cobertura vacinal do SUS

A partir desta terça-feira (31), clínicas e laboratórios particulares de Belo Horizonte podem começar a aplicar a vacina AstraZeneca contra a COVID-19. Os preços variam entre R$300 e R$350.

A reportagem do Estado de Minas procurou, na manhã de hoje, os principais laboratórios e clínicas que oferecem a imunização na capital. As empresas já estão recebendo ligações pela vacina, porém, poucos pretendem oferecer o imunizante contra a doença.

O público-alvo das clínicas particulares, segundo a Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (ABCVac), serão colaboradores de empresas e pessoas que trabalham em local de risco, que desejam reforçar a dose, além daqueles que futuramente possam não entrar na cobertura vacinal do SUS.

“Acreditamos que em algum momento haverá um estreitamento da faixa etária e grupos vacinados pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), e assim as clínicas atuarão como complemento e para aqueles não elegíveis, como já acontece na vacina de gripe”, informou a entidade.

A Imunológica Vacinas Humanas confirmou ter recebido um lote nesta terça-feira e irá comercializar a vacina por R$350. A empresa não informou quando irá iniciar a aplicação das doses. A Vacsim também já adquiriu os imunizantes e deve receber o primeiro lote até amanhã (01/06). As doses serão vendidas por R$350.

A clínica de vacinas Vaccine disse que irá estudar a demanda pelos imunizantes contra COVID-19 antes de realizar a compra. A empresa pretende consultar os clientes por meio de listas de transmissão e enquetes nas redes sociais. A Maximune optou por não trabalhar com a vacina neste momento.

Os laboratórios Hermes Pardini e Lustosa informaram que, por enquanto, não há previsão para compras da vacina. A reportagem não conseguiu contato com o laboratório São Marcos e aguarda retorno da Axial.

Doses do imunizante

A vacina é importada diretamente da fabricante, apenas as embalagens são diferentes da que os brasileiros estão acostumados a ver na distribuição para os postos de saúde, conforme informou a ABCVac.

Ao todo, estão disponíveis cerca de 2 milhões de doses do imunizante para as capitais de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, sendo que 1 milhão já chegou e está sendo distribuído. O restante deve desembarcar no país nos próximos meses.

O preço de venda do imunizante na fábrica chega aos R$ 151 reais, valor definido pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), instância interministerial que trata dos preços praticados no setor.

Segundo a ABCVac, as clínicas são responsáveis por checar as doses que o paciente já tomou e efetuar as devidas orientações. A aplicação obedecerá aos mesmos critérios adotados na rede pública.

Fonte: EM

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *