• muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com
  • loja.muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Refresco para o bolso: 13º precisa ser pago até 20 de dezembro

Redação24 de novembro de 20233min0
dinheiro-7ca8bd81b5
Dinheiro extra deve ser utilizado para quitar dívidas que tiverem juros mais altos, de acordo com especialista em finanças

Pagar boletos, fazer mais dívidas ou mesmo reservar: essas são algumas das alternativas para o trabalhador com carteira assinada (ou aposentado) que receberá o 13º salário neste fim de ano. O benefício, que precisa ser pago de uma vez até 30 de novembro ou em duas parcelas (uma em 30 de novembro e outra até 20 de dezembro), é garantido a qualquer pessoa que tenha trabalhado, formalmente, por pelo menos 15 dias no ano. Se ela atuou por um ano completo, terá direito à gratificação equivalente a um mês de salário.

Veja aqui as melhores dicas para aproveitar ao 13º salário

Mas o que fazer com o dinheiro? A resposta vai depender da condição financeira de cada um, como explica o economista Fernando Sette Jr., professor dos cursos de gestão do centro universitário UniBH. As pessoas que não têm dívidas podem guardar o dinheiro ou usar em uma viagem desejada ou na aquisição de um bem. Já as endividadas, que são maioria (76,9% das famílias brasileiras), devem pagar os débitos. “Pague a dívida que tiver juros maiores (mais caros), o que não necessariamente é a dívida com maior valor”, disse o especialista.

É o que pretende fazer o assistente administrativo Caio Brandão, de 27 anos. Ele colocou as dívidas que tem com o cartão de crédito no papel e percebeu que, se fizer um esforço agora, vai conseguir liberar o fluxo financeiro no próximo ano. “Eu preciso trocar de celular e queria viajar. Mas vou sacrificar tudo isso para começar o ano que vem sem dívidas. É melhor”, disse.

Vilão de plástico
Entre as pessoas com dívidas, 86,2% delas afirmaram à Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em setembro, que têm contas a pagar com o cartão de crédito.

Ansiedade dá prejuízo
Para o economista Fernando Sette Jr., o brasileiro, em geral, é ansioso com dinheiro. “Ele não consegue se programar financeiramente para alcançar o bem no futuro. Na ânsia, acaba não aguentando esperar e faz a dívida”, disse o especialista.

Fonte: O Tempo

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *