• loja.muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • muzambinho.com.br
  • Muzambinho.com

Vacina contra dengue: Minas fica de fora da primeira remessa

Redação9 de fevereiro de 20244min0
Vacina, vacinação,seringa, covid 19
Ministério da Saúde listou 22 cidades mineiras para receber a vacina, mas o estado não foi incluído na distribuição desta remessa

Minas Gerais não será contemplada com parte das 712 mil doses da vacina contra a dengue neste primeiro momento. Apesar de ter 22 cidades incluídas na lista do Ministério da Saúde para receber os imunizantes, o estado não está incluído na distribuição da primeira remessa. As vacinas começaram a ser distribuídas nessa quinta-feira (8/2).

O primeiro lote da Qdenga, enviado pela farmacêutica Takeda ao governo federal (21/1), vai atender 315 municípios em Goiás, na Bahia, no Acre, na Paraíba, no Rio Grande do Norte, em Mato Grosso do Sul, no Amazonas, em São Paulo, no Maranhão e no Distrito Federal.

De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina será aplicada inicialmente em crianças de 10 a 11 anos e vai avançar para outras idades assim que forem sendo entregues novas doses pelo fabricante da Qdenga, até alcançar todo o público-alvo de 10 a 14 anos. Público este acordado anteriormente entre os conselhos representantes de saúde estaduais e municipais.

No início do mês, o secretário de saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, afirmou que, durante reunião em Brasília, ficou entendido que os 22 municípios mineiros selecionados pelo governo Federal terão a vacina “até novembro”.

O chefe de saúde do estado informou que os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde envolvem a situação epidemiológica do último semestre de 2023, o que justificaria o fato de o estado ficar fora da lista prioritária das entregas. No entanto, Minas Gerais lidera o ranking nacional em casos de dengue e se encontra em estado de emergência.

Com o aumento alarmante de casos, interessados em adquirir a vacina na rede privada podem encontrar o imunizante por até R$ 500 em Belo Horizonte. Segundo levantamento realizado em 14 clínicas e 17 laboratórios da capital mineira pelo site de pesquisas MercadoMineiro, a vacina contra a dengue tem tido alta procura.

De acordo com a pesquisa, cada dose pode custar de R$ 364 até R$ 500 nas clínicas particulares. No caso, são necessárias duas doses. Em alguns lugares, as duas doses estão sendo vendidas juntas em valor promocional.

Entretanto, devido à alta procura pela vacina Qdenga em Minas Gerais, o imunizante contra a dengue está em falta em clínicas, farmácias e laboratórios particulares da capital mineira. A Takeda, empresa biofarmacêutica que produz a vacina, também comunicou que o fornecimento dos imunizantes será prioritário para pedidos do Ministério da Saúde.

A Takeda também informou que o fornecimento dos imunizantes para a rede privada será limitado para suprir e atender as pessoas que já tomaram a primeira dose da vacina. O esquema vacinal completo inclui duas doses, com intervalo de três meses entre elas.

Fonte: Estado de Minas

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *