• Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Número de médicos ativos cresce em boa parte da região

Redação13 de novembro de 20192min0
medicos-cirurgia1457

O número de médicos ativos na região, no período de um ano cresceu 9,85% conforme foi divulgado pela ferramenta Mapa Social, criada pelo Ministério Público de Minas Gerais, por meio do Gabinete de Segurança e Inteligência. Com esse aumento é possível concluir que, entre os anos de 2017 e 2018, foram incluídos 553 novos profissionais na área da Saúde, totalizando os atuais 6.163 especialistas.

As cidades de Claraval e Passos aparecem entre as cidades da região do Sul de Minas com maiores percentuais crescentes. Já São Sebastião do Paraíso, que é um dos locais com maior incidência de médicos ativos, teve um aumento pouco significante, totalizando 1,55%. Com esse resultado o aumento foi de 15 profissionais, resultando em 982 especialistas em diferentes áreas da saúde. Diferentemente de Claraval (37,83%) e Passos (21,28%).

Apesar do aumento na maioria dos municípios, outros casos seguiram uma linha diferente, onde perderam profissionais. Itaú de Minas, por exemplo, foi a cidade com a maior abstenção, Na queda de 8,72%, itauenses perderam 15 trabalhadores, resultando, no último levantamento, em 157 médicos ativos. Além de Itaú, Guapé e São Roque de Minas também regrediram no índice. No caso guapeense, houve a redução de 6,42%, o que representa nove médicos a menos, e, no cenário são-roquense, a diminuição foi de 5,19%, indicando menos quatro profissionais.

Já no Estado de Minas Gerais, de 48.606 médicos para atender a uma população de 21 milhões de pessoas, o que acarretava em uma razão de 2,30 profissionais por mil habitantes. Os homens eram 57,1% dos profissionais, e as mulheres, 42,9%. Quanto ao tempo médio de formação, o total foi de 17,9 anos. A maioria dos médicos (58,1%) tinham até 44 anos.

Fonte: Portal Onda Sul, Folha da Manhã

  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com
  • Muzambinho.com

Deixar um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *